Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Análises e Reviews | Review | Acer Chromebook C7 (C733-C6M8)

Review | Acer Chromebook C7 (C733-C6M8)

Compartilhe

Sei que levei tempo demais para escrever este review, e peço desculpas por isso. Mas só agora me encontrei em condições para produzir esse conteúdo. E… antes tarde do que nunca, certo?

O Acer Chromebook C7 (ou, neste caso, C733-C6M8) é um dos melhores Chromebooks que eu testei. E posso falar com propriedade sobre o assunto, pois não só defendo até hoje o ChromeOS como testei vários produtos da Acer e da Samsung com esse sistema operacional.

Este notebook é perfeito para quem precisa da produtividade básica e navegação na internet em qualquer lugar, com longa autonomia de bateria.

Por isso, vale a pena relatar como foi a minha experiência de uso com esse produto, depois de dois anos de convivência com o dispositivo.

 

 

 

Design e construção

O Acer Chromebook C7 é um produto muito bem construído e robusto. Com um plástico resistente e extremidades reforçadas, esse é um notebook que aparentemente vai aguentar o uso até mesmo em condições mais extremas ou de usuários mais descuidados.

O dispositivo foi construído para resistir impactos de alturas medianas e até mesmo os efeitos de pequenas quantidades de água no seu teclado. Esses aspectos atendem bem aos estudantes infantis e os usuários que não querem ter surpresas com acidentes cotidianos.

Este é um notebook compacto por conta da sua tela de 11.6 polegadas, mas um pouco mais pesado que os seus concorrentes de categoria (1.26 kg). Isso acontece por causa dos seus materiais mais robustos e a sua bateria, que é maior para uma maior autonomia de uso (falo sobre isso mais adiante).

Por outro lado, ele é mais leve que o meu atual notebook secundário, o Lenovo Yoga 7i (1.5 kg). Ou seja, ele não vai pesar tanto na sua mochila durante os deslocamentos nas suas jornadas diárias.

De qualquer forma, é inegável que o Acer Chromebook C7 é um produto que chama a atenção logo de cara pela construção e design compacto. Isso torna o portátil perfeito para cumprir com os objetivos de quem procura a conectividade com mobilidade como prioridade para as suas atividades.

 

 

 

Tela

A tela do Acer Chromebook C7 conta com 11.6 polegadas (HD, 1.366 x 768 pixels) do tipo IPS antirreflexo com 60 Hz de taxa de atualização.

É uma tela boa o suficiente para cumprir bem com as tarefas ao qual o dispositivo se destina a cumprir, mesmo não contando com uma resolução FullHD.

Para um sistema operacional mais simples e minimalista como o ChromeOS, essa tela é mais que suficiente. Ela pode exibir de forma plena os elementos do sistema operacional, páginas de internet e até vídeos por streaming.

É importante lembrar que um dos objetivos do Acer Chromebook C7 é oferecer uma longa autonomia de bateria, e uma tela com resolução FullHD vai na contramão desse objetivo.

Sem falar que a tela HD também resulta em uma menor exigência ao hardware, que tem o suficiente para reproduzir as informações necessárias para as interações do usuário.

Dessa forma, a tela do Acer Chromebook C7 é eficiente para o que precisa fazer e de boa qualidade para os usuários que procuram o essencial para manter a conectividade em qualquer lugar.

Você poderá navegar na internet, responder seus e-mails e produzir seus textos sem maiores problemas ao visualizar essas tarefas na tela do Acer Chromebook C7.

 

 

 

Teclado e touchpad

Um dos pontos de destaque do Acer Chromebook C7 é o seu conjunto teclado + touchpad. E precisa ser, pois muito da produtividade deste tipo de notebook passa por esses dois elementos.

Por conta de suas dimensões reduzidas, as teclas deste notebook também são um pouco menores do que em um portátil com tela de 13.3 ou 14 polegadas.

Mesmo assim, é um teclado confortável para a digitação mais longa. As teclas contam com um bom tempo de viagem de acionamento (key travel), e a curva de adaptação é relativamente baixa (basta você ser persistente e treinar um pouco).

Obviamente, não temos um teclado retroiluminado neste modelo, mas isso é perfeitamente compreensível. Lembre-se sempre que este produto combina o baixo custo com a longa autonomia de bateria em sua proposta.

Sobre o touchpad, ele também é reduzido nas suas dimensões, mas ao menos é bem funcional para a interação em um sistema como o ChromeOS.

Sua área de interação é confortável, o que favorece a um deslocamento do dedo com maior agilidade. A sensação de uso do touchpad neste Chromebook é uma das mais agradáveis que encontrei em um produto nesta categoria.

Acredito que a maioria dos usuários que procura a praticidade no uso do Chromebook sem o mouse poderão se dar bem com este produto, pois o touchpad ajuda neste aspecto.

 

 

 

Conectividade

Diferente dos notebooks ultrafinos com Windows que testei ultimamente, o Acer Chromebook C7 é generoso nos aspectos de conectividade.

O modelo conta com duas portas USB 3.1, duas portas USB-C, um conector combo jack para fone de ouvido e microfone, leitor de cartões de memória e trava de segurança.

Esse é um conjunto de portas cada vez mais raro em notebooks ultracompactos que apostam em um design ultrafino.

O que chama a atenção aqui é que o Acer Chromebook C7 tem aproximadamente a mesma espessura que o Lenovo Yoga 7i (principalmente na parte traseira), e entrega uma conectividade muito maior que um portátil muito mais potente.

Pode até parecer que a Acer exagerou na conectividade desse produto por oferecer tantas portas, mas em tecnologia é sempre melhor sobrar do que faltar.

De quebra, o Acer Chromebook C7 também recebe o WiFi 802.11ac e o Bluetooth 5.0, elementos mais que suficientes para que o produto possa acessar a internet de forma plena ou interaja com outros dispositivos sem maiores problemas.

Aqui, o produto entrega o suficiente para que qualquer usuário possa realizar as tarefas mais básicas em qualquer lugar, com a ampla possibilidade de conectar outros dispositivos e periféricos.

Isso pode fazer a diferença para o consumidor que pretende ir um pouco além na usabilidade deste tipo de dispositivo.

 

 

 

Processador, RAM e Armazenamento

Este é um ponto importante no Acer Chromebook C7, e vale a pena dedicar algum tempo para esclarecer as coisas para os usuários que não contam com tanto conhecimento sobre o ChromeOS.

O Acer Chromebook C7 (C733-C6M8) conta com um processador Intel Celeron N4000 (2 núcleos e 2 threads) de até 2.6 GHz, trabalhando com 4 GB de RAM LPDDR4 de 2.400 MHz (soldada, não expansível), placa gráfica Intel UHD Graphics 600 e 32 GB de armazenamento em Flash eMMC.

Antes que você comece a ficar preocupado com essa lista de especificações, saiba que ela é mais que suficiente para executar um sistema operacional leve e otimizado como o ChromeOS.

Tudo bem, pode incomodar o fato de todos os seus componentes não serem removíveis ou atualizáveis, e o que muitos vendem como “SSD” na prática é uma memória de armazenamento similar ao que encontramos em smartphones ou cartões de memória, mas melhorada.

Porém, o trabalho realizado pelo Google com o ChromeOS é muito bom e, por incrível que pareça, contar com uma RAM com 2.400 MHz e o processador Intel Celeron N4000 tornam o Acer Chromebook C7 mais ágil, fluído e funcional que outros Chromebooks que testei nos últimos anos.

Pode acreditar: mesmo com esse hardware teoricamente mais restrito, este notebook manda muito bem nas tarefas mais básicas.

 

 

 

Bateria

Outro ponto muito positivo do Acer Chromebook C7 é a sua bateria de 45 Wh, com 3 células.

A combinação de um hardware perfeitamente ajustado com um software otimizado resultam em uma autonomia de bateria excelente para este produto.

O Acer Chromebook C7 pode aguentar sem maiores problemas as 10 horas de uso, com o WiFi ligado o tempo todo, tela em 50% de brilho e executando as tarefas básicas do dia a dia (navegação na internet, leitura de e-mails, produção de textos e edição de planilhas, acesso às redes sociais, visualização de vídeos por streaming etc.).

Dessa forma, o produto cumpre com louvor todos os aspectos de mobilidade e produtividade básica longe da tomada. Ele é perfeito para estudantes e profissionais que precisam de um notebook que ofereça a conectividade em qualquer lugar por um longo período.

Se você precisar carregar a bateria do Acer Chromebook C7 ao longo do dia, o produto vem com um adaptador de 45W, que pode realizar a recarga completa em até duas horas.

O produto da Acer é mais bem resolvido na autonomia de bateria que outros dispositivos com ChromeOS que testei, entregando um resultado mais alinhado com as minhas necessidades.

 

 

 

Desempenho

Com tudo o que já foi apresentado neste review, fica claro que o Acer Chromebook C7 é muito competente para a sua proposta.

Dito isso, o seu desempenho se alinha com a sua concepção geral. Esse e qualquer outro Chromebook não é concebido para as tarefas mais pesadas ou para os games, mas é muito bem ajustado para oferecer uma boa experiência de uso com longa autonomia de bateria.

O Acer Chromebook C7 foi o notebook com ChromeOS que entregou o melhor desempenho entre os dispositivos com tela de 11.6 polegadas que testei ao longo dos últimos anos (considerando os modelos da Samsung e o Acer Chromebook 311 que foram avaliados por este blog).

Os tempos de inicialização e abertura de aplicativos é satisfatório, e não se percebem travamentos ou engasgos mesmo com algumas abas do Google Chrome abertas simultaneamente.

A sua compatibilidade com os aplicativos Android também funciona de forma muito satisfatória, considerando o uso dos aplicativos mais essenciais para as minhas atividades profissionais.

É claro que, em alguns casos, é melhor utilizar a versão web de uma ferramenta, pois o seu desempenho tende a ser melhor que o seu equivalente em aplicativo Android. Mas é sempre bom saber que você tem diferentes opções a seu dispor para essas diversas atividades.

Sem falar que os usuários mais avançados ainda podem executar neste notebook os aplicativos Linux, algo que entregou ainda mais versatilidade ao ChromeOS, um sistema operacional que já está bem além de sua proposta inicial.

O Acer Chromebook C7 se beneficia dos avanços no sistema operacional do Google, e entrega um desempenho bastante funcional para a maioria dos usuários que procuram um produto com essas características.

 

 

 

Acer Chromebook C7 (C733-C6M8): vale a pena?

Sim. Vale a pena. Tanto esse como as suas possíveis variantes que você vai encontrar no mercado.

A versão do Acer Chromebook C7 que analisei neste review possui a numeração C733-C6M8, e conta como principal diferencial a presença do processador Intel Celeron N4000.

Este mesmo Chromebook conta com uma versão atualizada com a numeração C733-C607, onde a única grande diferença técnica é justamente o processador, que passa a ser o Intel Celeron N4020.

Eu posso até trazer essa versão do Acer Chromebook C7 (com o Celeron N4020) para testes no TargetHD.net, mas não acredito que as diferenças na experiência de uso serão tão grandes em relação ao modelo que acabei de analisar neste artigo.

Logo, tudo o que eu escrevi para o Acer Chromebook C7 C733-C6M8 muito provavelmente vale para o Acer Chromebook C7 C733-C607. E se as diferenças existirem, serão para melhor.

Dito isso, o Acer Chromebook C7 é um ótimo Chromebook, e tem tudo para ser um ótimo computador portátil para entregar a produtividade básica para os usuários que procuram um notebook compacto em com longa autonomia de bateria.

É o produto que podemos imaginar com facilidade nas mãos de estudantes e profissionais liberais cujas ferramentas funcionam totalmente na web (é o meu caso como produtor de conteúdo via WordPress).

Também pode ser o computador perfeito para quem basicamente só quer navegar na internet, uma vez que o ChromeOS é, majoritariamente, o Google Chrome. E esse é o software mais utilizado por um grande grupo de usuários.

Uma boa notícia para quem se interessou por esse Chromebook é que quando este artigo de review foi produzido (final de julho de 2022), o preço sugerido do Acer Chromebook C7 caiu consideravelmente, o que é uma vitória em tempos de crise.

É possível encontrar o Acer Chromebook C7 com preços a partir de R$ 1.700 reais, custando um pouco menos que o Samsung Chromebook com configurações similares.

Particularmente, o Acer Chromebook C7 tende a ser melhor que a alternativa da Samsung, pelos motivos apresentados neste review. Para quem entende a sua proposta como um todo, a compra é mais que recomendada.


Compartilhe