iPhone X

A Apple iniciou as reservas do iPhone X, mas podemos chamar esse evento de “desastre”.

As reservas se esgotaram apenas 15 minutos depois do seu início, e os prazos de entrega já superam as 15 semanas. Sem falar nos problemas que o site oficial sofreu para verificar contas com operadoras para completar a compra.

Já em outros países o site não funcionava como deveria por conta do grande tráfego recebido, além de registrar algumas falhas na hora de pagar com a Apple Pay.

Lembrando que a Apple se estabeleceu como prazo de entrega para o produto o dia 3 de novembro. Mas com o esgotamento quase imediato, os tempos de entrega subiram em poucos minutos para várias semanas.

A primeira consequência imediata? Frustração e ira dos compradores, principalmente nos Estados Unidos, que passaram longos minutos tentando comprar o iPhone X, mas recebendo mensagens de erro do site que impediam a conclusão da compra.

Entendo a frustração desse povo. Pense em ficar até as duas e meia da manhã tentando comprar um smartphone e não conseguir.

Em outros países, os problemas técnicos não foram tantos. Em compensação, o prazo de entrega é de mais de um mês em relação à disponibilidade do produto nas lojas físicas.

Parece que a Apple não foi capaz de medir o interesse que o iPhone X tinha com o seu público. e tentar uma estratégia diferente dessa vez não ajudou em nada.

Agora, pouco se pode fazer para compensar os usuários que tentaram comprar o iPhone X e não conseguiram. Só resta à Apple garantir que o erro não se repita quando o produto chegar nas lojas físicas.