Wetten.com Brasil Apostas
Home » Smartphones » Quero a “esmola” e a “humilhação” do iPhone SE (2020)!

Quero a “esmola” e a “humilhação” do iPhone SE (2020)!

Compartilhe

Sabe quando você se segura para não escrever sobre um assunto polêmico, mas não consegue se controlar diante da arrogância alheia? Então… lá vou eu me meter em polêmica. Mais uma vez.

O nobre procurador da República Marco Tulio Lustosa Caminha (e juro que estou tentando ser o mais respeitoso possível para não tomar processos), que trabalha no Piauí, reclamou do plano de substituição de telefones fechado pela Procuradoria Geral da República (PGR).

E o motivo para essa reclamação? Simples: ele vai receber um iPhone SE (2020) de graça, em substituição a um iPhone 7 que estava em seu poder nos últimos 30 meses.

Que ele também recebeu de graça.

 

 

 

Eu quero uma esmola dessas! Eu quero ser humilhado desse jeito!

 

 

Eu passei quase sete anos da minha vida sem ter um iPhone. Seja porque eu desisti da Apple por causa do seu sistema operacional fechado e com uma série de limitações impostas em comparação com o Android, ou seja porque eu fiquei pobre demais e tive que abrir mão do smartphone da gigante de Cupertino, eu passei um bom tempo sem chegar perto desse verdadeiro objeto de desejo para muita gente.

O tempo passou, 2021 chegou, a minha vida melhorou, e eu comprei um iPhone SE (2020) com 256 GB de armazenamento. E gostei do que eu vi. É um smarpthone relativamente barato, muito funcional e, antes de qualquer coisa (e é bom que a gente não se esqueça disso), ele é um iPhone.

Talvez os seus únicos problemas (para mim) estão na sua tela (muito pequena para o meu padrão de uso atual) e na bateria (que não ia aguentar a minha demanda). E, mesmo assim, entendo que este é um ótimo smartphone.

No final das contas, acabei comprando um iPhone 11 que está me fazendo feliz. Mas este eu paguei do meu bolso. Não veio do dinheiro do contribuinte. Não veio dos impostos que nós pagamos.

E, considerando que a grande maioria dos procuradores da PGR não são especialistas em tecnologia como eu, o iPhone SE (2020) pode atender muito bem a demanda de trabalho dessas pessoas.

Ou seja, nobre procurador… se você não quer essa “esmola”, eu quero. Se para você essa “humilhação” não serve, eu quero ser humilhado sim!

Principalmente se eu não tiver que usar o meu cartão de crédito para receber essa “esmola”.

 

 

 

Uma “esmola” que custa entre R$ 2.500 e R$ 3.500

 

 

Para um procurador que teve recebimentos de R$ 69 mil em janeiro de 2021, um iPhone SE (2020) que custa no máximo R$ 3.500 é realmente uma “esmola”. Mas… se está reclamando, por que não compra do próprio dinheiro? iPhone 12 Pro Max custa até R$ 14 mil!

Menos humilhante, não é mesmo?

As críticas ao secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação da PGR, Darlan Airton Dias, por conta do contrato fechado com a Claro contam com palavras fortes:

 

“Você acha mesmo que depois de mais de três anos com um iPhone 7, já ultrapassado, processador lento, bateria ruim, tela pequena, vamos aceitar por mais outros 30 meses um iPhone SE?? Acho que ninguém aqui é moleque, Darlan!!”

 

Ele continua…

 

“Estamos há quase um ano trabalhando de casa, celular, notebook, internet, energia… Que bagunça é essa?? Estão querendo nos humilhar??!! Não aceito humilhação, Darlan”.

 

E Marco Túlio não está sozinho na reclamação!

A procuradora Ana Paula Ribeiro Rodrigues, que atua no Rio, concordou com o colega, denunciando a “situação de penúria, em que a gente fica desesperado atrás de acumulações para poder complementar o salário; isso para os ‘privilegiados’ que conseguem chances de acumular”.

Para quem não sabe, Ana Paula recebe um salário de R$ 33.6 mil, mais gratificações que podem alcançar até R$ 7.4 mil.

“Humilhante”, não é mesmo?

Vale lembrar que todo integrante do MPF tem direito a um tablet – no caso, o iPad – e a um notebook no valor de R$ 4.500.

Nossa… estou quase chorando ao imaginar as dificuldades que esse povo passa todos os dias.

O recado de solidariedade que o TargetHD.net deixa para os membros da PGR e do MPF é…

“Força, guerreiros!”

Insisto: quero essa esmola! Quero ser humilhado desse jeito! Pra mim está bom demais receber essa “humilhação” de graça.

 

 

Via Tecnoblog, Folha


Compartilhe