Os curto tempo de vida dos dispositivos Android está fazendo com que os mesmos se acumulem nas casas. O cenário é ainda mais sério nos tablets, cujas vendas despencaram nos últimos anos.

Adotar em seu perfil de uso essa sobrevida é uma forma de manter o produto em funcionamento (algo que é sempre bom, pois gadget parado na caixa é dinheiro perdido, ao meu ver), além de oferecer uma certa versatilidade ao dispositivo, atendendo as necessidades do seu padrão de uso como geek conectado.

Se você não sabe o que fazer com o seu velho tablet Android, esse post oferece algumas ideias para uma segunda vida útil para o dispositivo, com possibilidades em situações diferentes.

 

 

Controle remoto

 

Na Play Store, tem vários aplicativos que oferecem essa possibilidade. Também pode atuar como intermediário para transmissão de conteúdos na TV via HDMI ou tela de computador.

 

 

Controle para uma casa inteligente

 

Aos poucos, nossos lares estão se enchendo de dispositivos inteligentes, que permitem o controle de várias funções. Instalar um aplicativo para controlar as tecnologias da casa em um tablet pode ser uma boa ideia para ter um controle centralizado.

Por outro lado, a memória do smartphone fica liberada de tais apps, já que não tem muito sentido contar com um aplicativo para controlar o termostato fora de casa.

 

 

Câmera de segurança

 

Colocado em um local estratégico, um tablet pode ser muito útil como câmera de segurança para verificação remota. Você usa a câmera e o microfone do tablet para obter informações visuais e sonoras de quem visita a sua residência. O mesmo pode ser feito com smartphones antigos.

 

 

Segundo monitor para o escritório

Converter um tablet em um segundo monitor pode ser algo bem útil para alguns perfis de usuário, especialmente para desenvolvedores e usuários com perfil multitarefa. Usuários de Windows e Mac contam com algumas ferramentas que podem facilitar o processo.