Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Internet | Quantas mensagens foram enviadas por dia via WhatsApp em 2020?

Quantas mensagens foram enviadas por dia via WhatsApp em 2020?

Compartilhe

O complicado ano de 2020 está chegando ao fim, e muitas pessoas (eu, inclusive) mal podem esperar para que 2021 comece. É óbvio que existe a possibilidade de ilusão coletiva ao pensar na teoria do “o ano que vem não tem como ser pior do que o atual”, já que os últimos dois anos (pelo menos) derrubaram essa teoria. Mesmo assim, alimentamos a esperança por dias melhores.

Em um ano onde todos nós fomos obrigados a ficar longe um do outro, diferentes ferramentas de comunicação foram utilizadas para reduzir as distâncias entre as pessoas. Aqui, é preciso destacar os aplicativos de chamadas de vídeo, que cobraram protagonismo como ferramentas úteis para trabalho, estudo e até mesmo os encontros casuais entre amigos e familiares.

Mas uma coisa não mudou: o WhatsApp ainda foi a via de comunicação mais utilizada em todo o mundo em 2020. Ainda é a via mais prática para estabelecer um contato imediato com qualquer pessoa e em qualquer lugar. Logo, não é de se estranhar constatar que o aplicativo
gerenciado pelo Facebook se tornou ainda mais popular do que antes.

Ao longo de todo o ano, o time de desenvolvedores do WhatsApp trabalhou duro para integrar novas funcionalidades no aplicativo, pensando sempre nas novas dinâmicas remotas que apareceram nesse ano tão difícil. O resultado disso foi um aplicativo muito mais robusto, e isso se reflete no número de mensagens que foram enviadas todos os dias pelo aplicativo.

E é sobre isso que queremos conversar neste post.

 

 

 

100 bilhões de mensagens enviadas por dia

 

 

Mark Zuckerberg revelou em uma reunião com os investidores de suas plataformas que o WhatsApp registrou uma média global de 100 bilhões de mensagens enviadas por dia. Um número simplesmente assustador, mas totalmente crível quando olhamos para a popularidade do aplicativo.

Vale lembrar que, durante a véspera do ano novo e os primeiros minutos de 2020, o WhatsApp registrou o mesmo número de mensagens enviadas em um único dia. E como na maior parte do ano nós ficamos dentro de casa, o fluxo de mensagens enviadas pelos usuários da plataforma naturalmente aumentou, já que as pessoas estavam procurando alguma coisa para fazer para evitar não fazer nada no sofá ou na cama.

Com isso, a popularidade do WhatsApp é algo indiscutível. As pessoas utilizam de forma intensa a plataforma de mensagens instantâneas, e as implementações feitas na ferramenta tornaram o serviço ainda mais versátil.

Hoje, podemos realizar conversas de voz e vídeo em grupo, contamos com buscas avançadas de conteúdo (incluindo fotos, vídeos e documentos enviados dentro da plataforma) e outras funcionalidades que melhoraram muito a experiência de uso do aplicativo. E o WhatsApp não vai parar de receber novidades, como a já confirmada mensagem com recurso de autodestruição.

E todos esses investimentos no desenvolvimento do WhatsApp e das demais plataformas que estão sob o guarda-chuva de Mark Zuckerberg se refletem no financeiro da empresa. Na mesma reunião para os investidores, o Facebook confirmou uma receita líquida de US$ 7.8 bilhões entre os meses de julho e setembro de 2020, mostrando claramente que não existe crise financeira para essa empresa.

Nem deveria existir quando se tem o controle de três das principais redes sociais do mercado.

 

 

Via TechCrunch


Compartilhe