Compartilhe

O Modo Escuro virou uma obsessão do mercado de telefonia e entre os usuários. Mas… será que ele realmente consegue economizar tanta bateria? Qual é o real diferencial desse modo?

Um vídeo (que você pode ver no final do post) mostra o quanto de economia de bateria podemos obter ao aplicar o Modo Escuro ou Modo Noturno no smartphone.

O Modo Escuro funciona muito bem nas telas OLED, e é com essa telas onde vamos conseguir uma efetiva economia de bateria, uma vez que esse tipo de tela entrega a iluminação de cada pixel de forma independente, controlando por si a cor e o seu próprio brilho.

Assim, uma tela OLED quando precisa exibir a cor negra, ela apaga os pixels, reduzindo o consumo de energia pela inatividade. Já as telas LCD fica ligada o tempo todo, pois possui uma capa única para iluminar os pixels.

As telas LCD podem sim suportar o Modo Escuro no Android 10 e no iOS 13, porém, ela atua nesses casos apenas por uma questão estética e para evitar a fadiga visual. E nem todos os apps aplicam um modo escuro amigável, já que não adicionam um fundo completamente em preto, adotando tons acinzentados. Porém, a interface do sistema operacional e os principais aplicativos tendem a entregar um modo escuro real e pleno.

 

 

O quanto o Modo Escuro economiza de bateria?

 

 

Um vídeo publicado no Reddit entrega a resposta através de um iPhone com tela OLED. No vídeo, podemos ver dois iPhones com o mesmo tamanho de tela, onde o modelo da direita está com o Modo Escuro desativado, e o da direita tem o mesmo modo ativo.

Os dois smartphones contam com 100% de autonomia no início dos testes, que começa utilizando o app de mensagens, que já está adaptado para o Modo Escuro. Depois de duas horas enviando mensagens, a bateria do smartphone com o Modo Claro se reduz para até 83%, enquanto que o modelo com o Modo Escuro ativo tem autonomia de 88%.

O segundo app testado é o Twitter, que também tem um Modo Escuro pleno. Depois de duas horas de uso, o iPhone em Modo Claro cai para 57%, enquanto que o modelo com Modo Escuro fica com 72% de bateria.

O YouTube também possui um modo escuro, onde mostra os conteúdos do feed e os comentários na cor negra. Porém, também entrega uma economia de bateria importante na hora de reproduzir vídeos em miniatura, onde o iPhone sem o modo noturo reduz a sua bateria para até 20%, enquanto que o modelo com o Modo Escuro cai para 43%.

Por fim, o Google Maps. Depois de 1h30 de uso, o iPhone 11 Pro com o Modo Claro esgota a sua bateria, e o modelo com o Modo Escuro ainda contava com 30% de autonomia.

Essa é a quantidade de bateria que cada iPhone gastou com os diferentes aplicativos durante os testes:

– Mensagens: 12% Modo Escuro vs 17% Modo Claro.
– Twitter: 16% Modo Escuro vs 26% Modo Claro.
– YouTube: 29% Modo Escuro vs 32% Modo Claro.
– Google Mapas: 13% Modo Escuro vs 20% Modo Claro
– Total: 70% Modo Escuro vs 100% Modo Claro.

 

Ou seja, em média, conseguimos uma economia de bateria de 30% com o Modo Escuro. É claro que os números podem variar de acordo com o comportamento do usuário com o seu dispositivo, mas ao menos temos uma estimativa média de uso.

 

 

Via Reddit


Compartilhe