Compartilhe

Está ficando ruim para a Apple.

Depois de ter vários modelos do iPhone retirados do mercado chinês por violação de patentes, a gigante de Cupertino tem que fazer o mesmo na Alemanha, pois a Qualcomm conseguiu o ganho de causa em ação semelhante naquele país. Com isso, a partir do iPhone 6S até os mais recentes foram retirados do mercado alemão.

Um tribunal alemão entende que a Apple violou algumas patentes da Qualcomm em todos os seus dispositivos com chips Intel e Qorvo. A patente é encarregada de “ajudar os telefones móveis a economizar energia durante o envio e recepção de sinais sem fio”. A Apple vai recorrer da decisão, que só entra em vigor após essa revisão de sentença.

 

 

Pelo sim, pelo não, a Apple vai retirar os iPhones do mercado alemão

 

 

Em comunicado, a Apple manifesta a decepção com o veredito, e ataca a Qualcomm com a acusação de tudo isso ser “uma tentativa desesperada em distrair sobre os problemas reais entre as nossas empresas”. A dona do iPhone afirma que a fabricante de chips quer cobrar tarifas exorbitantes baseadas em um trabalho que eles não fizeram, e que seguem sendo investigada em todo o mundo pelo seu comportamento.

As declarações se alinham com a fala de Steven Rogers, Conselheiro Geral da Intel, que afirmou que o real objetivo da Qualcomm é expulsar a concorrência do mercado de modems, em um modelo comercial que prejudica os consumidores (aka monopólio). Ele afirmou também que os processos são infundados (em grande parte) e que tudo isso vai reduzir a inovação e elevar os preços.

 

 

A Apple reforçou que todos os modelos de iPhone seguem disponíveis para os clientes na Alemanha, e que durante o processo de apelação, vai retirar de 15 lojas da Apple no país os modelos iPhone 7 e iPhone 8 (os demais seguem nas lojas).

Já a Qorvo afirmou que os seus chips “não violam a patente citada no processo” e que “o tribunal teria chegado a uma conclusão diferente se tivesse considerado todas as provas”, alegando que a Comissão de Comércio Internacional já confirmou isso e que não esperam que este caso tenha algum impacto em seus negócios com a Apple.

A Qualcomm não se pronunciou até o momento.

De qualquer forma, é bem inusitado ver a Apple nessa situação. Logo a “Rainha da Inovação”, que em um passado bem recente foi para cima da Samsung nos tribunais pelo mesmo motivo: violação de patentes.

Enfim, tudo isso só reforça algo que eu sempre preguei no blog: todo mundo copia todo mundo. Não existe virgem imaculada no mundo da tecnologia.

 

Via Reuters, CNBC


Compartilhe