Compartilhe

Todo mundo tem um sistema operacional favorito. Pode ser aquele que estamos usando nesse momento, ou algum outro que você teve que abandonar por motivos alheios à nossa vontade, como o fim do suporte ou incompatibilidade com novas funções que precisamos.

Nesse sentido, um dos melhores exemplos de popularidade e polêmica é o Windows XP, que mesmo depois do fim do suporte oficial, era utilizado por muita gente. O Windows 7 herdou essa popularidade, e até hoje dá sinal de vida.

Quando falamos do Linux, os usuários também debatem muito sobre qual é a melhor distribuição, especialmente pelas diferenças apresentadas. O Ubuntu é a mais amigável e atraente para os novatos nesse universo, enquanto que o Debian é mais limpo, mas oferece um melhor desempenho.

 

 

Os meus melhores e piores sistemas operacionais

Particularmente, eu amo o Windows 10. É a melhor versão do Windows que eu já testei, mas devo confessar que eu sou viúva do Windows 7 também, já que minha empatia por ele veio pelo simples fato de corrigir a bomba que foi o Windows Vista, o pior de todos (na minha modesta opinião).

Nos sistemas operacionais móveis, apesar de já estar com um bom tempo distante de um iPhone, o iOS sempre me chamou a atenção, especialmente o iOS 6, que parecia ser um sistema fantástico em todos os níveis (desempenho, interface, compatibilidade e experiência de uso).

O iOS 7 foi uma bomba que arruinou com a experiência de uso dos modelos mais antigos, que passaram de fluidez total para quase inutilizáveis. As futuras atualizações corrigiram isso, mas o iOS 7 foi tão ruim, que muita gente abandonou o iPhone por causa dele.

Sobre o Android, eu confesso que não sou fiel a uma versão. Eu sempre defendi a proposta do Android by Google por entender que a interface mais limpa era a que entregava um melhor desempenho. Porém, com o passar do tempo, a ASUS (com uma Zen UI que só melhorou) e principalmente a Samsung (com uma One UI espetacular, enterrando de vez a b*st@ que era TouchWiz) me convenceram que um Android customizado pode sim valer a pena.

Especialmente em um hardware potente, algo que as duas empresas ofereceram nos seus últimos lançamentos.

E para você? Qual foi o melhor (e o pior) sistema operacional que você utilizou?


Compartilhe