TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Qual é a idade ideal para o meu filho ter um smartphone? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Qual é a idade ideal para o meu filho ter um smartphone?

Qual é a idade ideal para o meu filho ter um smartphone?

Compartilhe

Em um mundo totalmente conectado e com as crianças se envolvendo cada vez mais cedo com o mundo da tecnologia, a pergunta sobre quando os menores devem começar a usar smartphones se torna cada vez mais relevante.

Não queremos dizer como você deve criar o seu filho, mas entendemos que alguns pais se sentem meio perdidos entre colocar um freio no uso e deixar a criança ser livre para utilizar o dispositivo tão desejado.

Logo, o conteúdo disponível neste post certamente vai ajudar aos mais indecisos, que buscam por respostas mais racionais e menos passionais.

 

 

 

Qual é a melhor idade para começar a usar um smartphone?

A própria indústria de tecnologia não se pronuncia sobre o assunto. Até porque ela não quer se envolver em uma discussão relativamente delicada. Sem falar que qualquer tipo de opinião emitida poderia impactar nas vendas.

Estudos científicos recentes abraçam duas teorias:

  • Há quem defenda que a criança deve começar o quanto antes no uso dos smartphones, pois dessa forma podem se acostumar mais cedo e mais rápido com o mundo que os espera;
  • Há quem defenda que a criança deve primeiro ver a vida como ela é, ou seja, a natureza ao seu redor e a interação com amigos e familiares para só depois começar a ver o mundo através de uma tela.

De um modo geral, a idade mínima para uma criança começar a usar um smartphone deveria ser entre os 10 e 12 anos. E, na prática, é isso o que mais ou menos acontece: alguns estudos sugerem que 70% das crianças com 12 anos já estão usando um smartphone.

Porém… teoria é uma coisa… prática (e mundo real) é outra… bem diferente.

 

 

 

A criança não ter um smartphone significa que ela não usa um?

É óbvio que não! Até porque essas crianças tem os pais que, na grande maioria dos casos, são os fornecedores de telefones para os seus filhos.

Não ter um smartphone não inviabiliza o seu uso para uma criança, e isso também precisa ser levado em consideração para encontrar a resposta mais racional para a próxima pergunta que, dependendo dos pais envolvidos na problemática, pode ser a mais importante de todas…

 

 

 

Seu filho PRECISA de um smartphone?

Partindo do princípio da idade, a partir dos 10 anos, as crianças já começam a se socializar, e o smartphone pode ser uma forma eficiente para conversar com os amigos, principalmente durante os finais de semana.

Também é importante considerar que o smartphone pode ser um ótimo aliado nos estudos, assim como o computador foi no passado. Isso é, se o telefone for utilizado com responsabilidade, evidentemente.

Se a criança tem menos de 10 anos de idade, o smartphone faz menos sentido para essas duas finalidades.

Por outro lado, a crise sanitária global modificou drasticamente as dinâmicas de nossas vidas, onde as chamadas de vídeo e as mensagens de texto ganharam protagonismo para todos… inclusive para as crianças.

 

 

 

Então… qual é a resposta?

Não existe uma resposta irrefutável.

A resposta neste momento não está baseada na teoria da faixa etária, mas sim no perfil de cada criança, na sua forma de agir e nas suas necessidades. E isso é algo que só os pais podem mensurar.

A criança sempre vai indicar se ela está em um momento onde realmente se faz necessário o uso de um smartphone. Logo, os pais precisam ficar atentos e observar com atenção os sinais que serão dados no comportamento cotidiano.


Compartilhe