Quais componentes você vai atualizar no seu computador em 2020?

Compartilhe

Muitas pessoas pensam em atualizar os componentes do seu PC ainda em. Dentro desse grupo, existem aqueles que estão adiando o processo ao máximo, especialmente os gamers, pois querem ver como será a próxima geração de consoles na prática.

Na teoria, nós já sabemos como serão os futuros PlayStation 5 e Xbox Series X nos aspectos técnicos e, de fato, nunca tivemos consoles de videogames que se aproximassem tanto dos computadores. Porém, nesse momento, tudo o que temos são gameplays de jogos. Nenhum teste prático, nenhuma demo jogável.

E, o mais importante: os gamers só vão colocar as mãos nos dois videogames no final do ano.

Mas também é um fato que, para muitos usuários que só estão pensando nos jogos, a relação custo/benefício dos futuros consoles da Sony e Microsoft são mais do que tentadoras, mesmo que esses dois produtos custem o nosso rim ou fígado. Poucos computadores dedicados aos games podem custar “tão pouco” (coloco “entre aspas” porque é preciso considerar o tipo de produto que estamos abordando).

Porém, nem tudo se resume a placas gráficas e processadores para os jogos. Outros nichos de uso são importantes, e também são passíveis de atualização de componentes. Então, nesse momento, qual é a melhor estratégia? Começar a investir nas atualizações? Ou segurar a onda até 2021, pelo menos?

 

 

 

Pense bem no que você vai fazer agora

 

 

Eu mesmo não penso em nenhuma atualização de hardware para o meu computador principal. Já adquiri um SSD de 1 TB no ano passado, conto com 16 GB de RAM e apesar do meu notebook contar com um processador de quinta geração, ele ainda está aguentando bem para as minhas tarefas diárias do blog.

O que eu vou fazer de atualização (e, mesmo assim, muito em função do tempo que passou) é trocar o meu atual Acer Chromebook R11 para um Samsung Connect de 2019 (processador Intel N3060, 4 GB RAM, 16 GB de armazenamento). Quero garantir um suporte maior com o Chrome OS para ficar com esse computador secundário por mais algum tempo.

Quem aproveitou a Black Friday no final do ano passado não vai atualizar o computador tão cedo. Sei que a maioria fez a compra por impulso, mas quem se programou para isso certamente amortizou o investimento feito no hardware anterior, que já deve ter uns bons anos de uso (o que é o meu caso com o Chromebook da Acer).

É importante lembrar que o preço das memórias SSD e seus derivados já subiram muito de preço em 2020, e quem esperou demais para atualizar certamente vai pagar mais caro nesse momento, ainda mais com a necessidade de muitos em trabalhar e estudar em casa. Logo, talvez alguns dos usuários que hoje estão esperando para fazer a atualização serão obrigados a tomar uma decisão. Caso contrário, o investimento pode ser ainda maior.

Por outro lado, os menos apressados ou menos exigentes podem esperar até o final de 2020 para ver os novos consoles chegando ao mercado e recebendo os primeiros feedbacks. Quem sabe vale a pena investir em um videogame novo. Ou comprar os itens a serem atualizados sabendo que vai ficar mesmo no universo gaming de PC.

Além disso, para os mais pacientes que optarem por esperar pelo final do ano (ainda mais diante do novo cenário que se apresentou em todo o planeta), pode aproveitar bem a Black Friday 2020, pois tudo indica que dessa vez teremos uma temporada de vendas promocionais DE VERDADE no Brasil. Caso contrário, muitos fabricantes e varejistas ficarão com produtos encalhados nos estoques.

De qualquer forma, no final das contas, a decisão é sua. Sempre.


Compartilhe