Compartilhe

A IEEE Spectrum publicou a sua sexta lista anual com as linguagens de programação mais populares do ano em múltiplas plataformas, e para a surpresa de ninguém (que está no meio da programação), a Python foi a vencedora indiscutível, tal e como aconteceu em 2017 e 2018.

A classificação da IEEE Spectrum é um bom indicador de popularidade das linguagens atuais, mesmo sendo longe de ser perfeita. Os dados são obtidos através de 11 métricas diferentes vindas de oito fontes consideradas como bons indicadores de popularidade, combinando esses dados no seu aplicativo interativo. Entre as fontes, estão: Google, GitHub, Hacker News, Reddit, Stack Overflow, Twitter, CareerBuilder e o próprio IEEE.

A lista começa com 300 linguagens de programação, mas o processo de escolha passa por um filtro onde ficam apenas as mais interessantes, descartando sempre os nomes menos mencionados. No final, ficam as 52 linguagens de programação mais populares, divididas em categorias de acordo com o uso significativo delas para a programação na web, plataformas móveis, desktops, nível empresarial e sistemas embarcados.

 

 

Python, Java, C, C++: as linguagens mais populares

 

 

A Python segue como a mais popular em relação a quase todas as plataformas, com exceção das plataformas móveis que não entram na análise do IEEE Spectrum. Algo similar acontece com o JavaScript, que é medida apenas como de uso na plataforma web, e por isso ficou na sexta posição global e na terceira posição dentro de sua categoria.

O IEEE atribui a popularidade do Python ao amplo número de bibliotecas especializadas disponíveis para ele, especialmente na área de inteligência artificial. Além disso, o aumento do poder de processamento computacional dos microcontroladores beneficiaram o sistema operacional com suas versões embarcadas cada vez mais populares.

Java, C, C++ e R completam o Top 5 de linguagens de programação, e a popularidade dessas plataformas coincide bastante com as demais enquetes e medições. De qualquer forma, o Python está no topo das listas, seja porque é o mais usado, o mais amado ou o mais recomendado para os principiantes.

 

Via IEEE Spectrum


Compartilhe