Compartilhe

2020 é, definitivamente, um ano bem louco. Tanto o PlayStation 5 como o Xbox Series X estão com os seus estoques esgotados lá fora. E isso gera dúvidas se os fabricantes estão reduzindo a disponibilidade inicial para gerar o hype, ou se tem realmente um grande número de usuários dispostos a comprar os novos consoles.

Enquanto as explicações oficiais sobre as vendas não aparecem, só podemos especular, no máximo. Porém, é fato que testemunhamos nesse momento uma maior movimentação na revenda, com um mercado de segunda mão aquecido e com preços inflacionados para os novos consoles.

Ou seja, quem comprou na primeira leva já está revendendo para lucrar com a ausência de produtos oferecidos pelo mercado oficial, gerando assim um cenário especulativo e prejudicial ao consumidor no sentido mais amplo. E só os fabricantes podem resolver isso, oferecendo mais unidades dos produtos.

 

 

 

Inventários reduzidos de propósito?

 

 

 

A pré-venda do PS5 já começou no Brasil, e o console se esgotou rapidamente por aqui. Lá fora, os estoques foram zerados em minutos. A Sony chegou a se desculpar por isso, e prometeu oferecer mais unidades do console para os próximos dias. E essa promessa conta com um elemento especial: de acordo com os rumores publicados pelo Press Start, alguns dos varejistas não apenas esgotaram o seu estoque atual, mas também venderam todo o estoque disponível do console para 2020.

 

 

A Sony até agora desmente que o estoque do PS5 é mais limitado, mas fica a dúvida sobre quantos consoles adicionais os japoneses poderiam vender antes do seu lançamento oficial e definitivo.

 

 

 

Microsoft lançou palavras ao vento

 

 

Por outro lado, a Microsoft garantiu que o lançamento da nova geração do Xbox não seria tão desastrosa, prometendo uma quantidade grande o suficiente para a primeira leva do produto. Porém, palavras atiradas ao vento, já que pelo menos lá fora, a pré-venda do Xbox Series X foi igual ou até pior do que a do PS5.

Enquanto o site oficial da Microsoft começava a aceitar os pedidos dos compradores, algumas grandes varejistas online (Best Buy, GameStop, Amazon) sofreram atrasos no início das vendas, o que resultou em aglomerações de usuários e saturação dos sites, que não paravam de atualizar freneticamente as páginas dos varejistas.

 

https://twitter.com/Xbox/status/1308511392618565634?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1308511392618565634%7Ctwgr%5Eshare_3&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.muycomputer.com%2F2020%2F09%2F24%2Fps5-y-xbox-series-x-sin-stock%2F

 

As lojas chegaram a emitir advertências para que os compradores parassem de atualizar as páginas “para não perder o seu lugar na fila”. Enquanto isso, o Xbox Series X começava a desaparecer das lojas aos poucos.

 

 

 

Um início decepcionante para o Xbox Series S

 

Por outro lado, não deixa de ser surpreendente a recepção do Xbox Series S. O modelo possui um preço muito reduzido, um design diferenciado e potência um pouco mais modesta… e acumulou um número de reservas muito mais modestas e distantes do estoque total disponível, o que mostra que os gamers não estão se importando em pagar US$ 200 a mais para ter uma experiência mais completa.

A situação da pré-venda do Xbox Series X poderia ser ainda pior, pois nos últimos dias o site da Amazon registrou um aumento de popularidade do Xbox One X de nada menos que 747%. Boa parte dessas vendas podem vir de usuários que compraram o console antigo por engano, pensando que era um modelo da nova geração. Por outro lado, tudo indica que aqui temos um erro dos bots de compra automática utilizado pelos vendedores no site varejista, por causa da similaridade dos nomes dos consoles.

Ainda esperamos por respostas plausíveis e razoáveis para os estoques esgotados para os consoles de nova geração. Sony e Microsoft precisam ajustar seus estoques, principalmente para as vendas de final de ano. Caso contrário, terão um abacaxi digital enorme para descascar, e isso não será nada agradável. Pense em lidar com a ira de um exército de gamers frustrados durante a Black Friday ou Natal.


Compartilhe