Microsoft

 

Vamos tentar entender o que acontece com a Microsoft e suas decisões estranhas sobre o segmento de smartphones.

Na verdade, a gigante de Redmond segue pagando caro pela estratégia ruim. No lugar de jogar a toalha, eles vão apostar em um formato diferente.

Satya Nadella, CEO da Microsoft, já afirmou que o Windows Phone não seria uma prioridade no início de sua gestão, mas acreditava que a empresa voltaria ao segmento no futuro. O mais curioso é ele afirmar que os próximos smartphones da empresa podem não ter nada a ver com o que consideramos um smartphone hoje.

Nadella não entra em detalhes, e nós não fazemos ideia sobre o que ele quer dizer com isso. Mas tudo indica que, no lugar de lançar mais um smartphone (sem acesos aos apps populares do Android e iOS), a ideia é explorar outras vertentes, olhando para um eventual futuro pós-smartphone, algo que pode ser concretizado pelo óculos de realidade aumentada ou outras tecnologias que tornem os telefones atuais menos necessários ou até mesmo obsoletos.

Não é por acaso que a Microsoft está investindo muito para tornar o Windows compatível com os conteúdos de realidade virtual e realidade aumentada. E, apesar de tudo parecer prematuro, quem sabe daqui a cinco ou seis anos a empresa está liderando nesses novos formatos.

 

Via The Verge