TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Project Carol, pela maior imersão nos games | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Gadgets e Acessórios | Project Carol, pela maior imersão nos games

Project Carol, pela maior imersão nos games

Compartilhe

A Razer é muito conhecida pelas suas tecnologias voltadas para o mundo dos games, e tem alguns produtos bem interessantes na parte de áudio dentro desse segmento. E sua última solução tem como principal objetivo aumentar a imersão dos usuários durante as sessões nos jogos de videogames.

O Project Carol é o primeiro apoio de cabeça do mercado a contar com um sistema de som envolvente e vibração háptica, dois elementos que podem colocar os gamers ainda mais envolvidos com os jogos diante da tela da TV ou no monitor.

Vamos apresentar os principais destalhes do Razer Project Carol, pois sei que alguns de vocês já estão contando as moedas para levar uma unidade para casa.

 

Razer Project Carol: principais características

A existência do Project Carol da Razer se justifica por conta de um único argumento: é muito mais confortável jogar videogames por várias horas sem os fones de ouvido abafando as orelhas e pressionando a cabeça.

Antes que você comece a jogar dinheiro na tela do computador ou pense em acabar com suas economias para comprar o produto, é importante que você respire fundo, se acalme e absorva com atenção todas as informações que vou acrescentar neste conteúdo.

Para começo de conversa, o Project Carol é um design conceitual do departamento de Indústria e Desenvolvimento da Razer. Ou seja, ele nem é um protótipo. Que dirá contar com alguma previsão concreta de chegada ao mercado.

Por outro lado, o mais importante aqui é entender que sua proposta tem como objetivo aumentar a imersão e o realismo através do som envolvente de campo de aproximação, para um áudio que entrega um som em 7.1 canais.

Neste caso, o som é emitido de forma mais direta para o usuário, entregando uma paisagem sonora mais envolvente. Isso é possível graças à tecnologia Razer HyperSense, que converte os sons do jogo em retroalimentação háptica em tempo real.

Na prática, os jogadores vão sentir todas as respostas de som na parte posterior da cadeira, colocando o usuário dentro da ação através de uma percepção adicional diante da ação que acontece na tela.

O Project Carol é compatível de forma nativa com qualquer computador, qualquer cadeira gamer e qualquer jogo. Para sua melhor adaptação, ele conta com correias elásticas ajustáveis.

Ele se conecta ao computador via WiFi 2.4 GHz, e pode oferecer até 8 horas contínuas de funcionamento. Ou seja, você pode cobrir uma jornada de trabalho completa, ou pode simplesmente jogar os videogames até o seu corpo pedir por água e comida.

 

Quando o Razer Project Carol vai chegar ao mercado?

Eu não faço a menor ideia. E eu lamento por decepcionar a você neste momento.

Como eu disse lá atrás, o Project Carol ainda é um conceito que sequer chegou a virar um protótipo. Ele pode chegar ao mercado no futuro. Ou não, e assim você economiza uma grana em mais um periférico para a sua sala de jogos.

A Razer não explicou se o Project Carol vai carregar as suas baterias através de uma porta USB-C normal ou porta proprietária, e também não estimou o preço que o produto pode receber quando chegar ao mercado.

Particularmente, acho a proposta bem interessante, mas como eu jogo os meus videogames no sofá da sala, ele só se justifica se eu montar a minha sala de jogos dentro do meu escritório no futuro.

Mas tenho quase certeza que muitos leitores do blog vão se interessar por um dispositivo como esse para melhorar ainda mais a sua experiência no entretenimento eletrônico. Fico na torcida para que a proposta chegue ao mercado.

Caso contrário, a Razer vai decepcionar muitos marmanjos por aí.


Compartilhe