Jogos com múltiplos jogadores e battle royales como PUBG e Fortnite estão cada vez mais populares, justamente pela elevada interação social. Porém, é cada vez maior a ameaça de predadores sexuais que utilizam esses jogos para enganar menores de idade.

Os casos dispararam nos Estados Unidos. A mais recente operação policial em Nova Jersey resultou na prisão de 20 pessoas, onde os policiais se passaram por jogadores menores de idade para atrair os predadores que chamam a atenção de crianças que jogavam Fortnite.

O FBI já pediu para os pais se envolverem cada vez mais nas atividades dos filhos nos jogos, já que este ambiente é o preferido dos predadores, que se passam por outras crianças para enganar suas vítimas.

Combater tal ameaça não é algo fácil. Os jogos mais populares contam com recursos de conversa, e os jogos são apenas a via para eles se conhecerem. As conversas continuam em outras plataformas que permitem a troca de fotos e vídeos.

Crianças e adolescentes podem não relatar algumas situações aos pais que podem ser perigosas. A seguir, alguns sinais de aviso:

 

 

Respostas agressivas e constantes oscilações de humor

 

Se tais alterações vierem acompanhadas pelas reações nervosas constantes a questões comuns, especialmente depois de várias horas de uso no computador, é preciso verificar se algo de errado está acontecendo.

Respostas evasivas também são um sinal de alerta. É preciso investir algum tempo para descobrir se o seu filho está bem com suas experiências online. Respostas evasivas e agressivas são um denominador comum em muitos casos de abusos online.

 

 

Conta apagada na rede social

 

Se o seu filho abandonou recentemente uma rede social, fique atento. Tal comportamento pode ser um sinal que algo sério aconteceu. As ferramentas de controle dos pais instaladas no dispositivo de uma criança podem ajudar a perceber o que acontece.

 

 

Afastamento dos amigos e família na vida real

 

Adolescentes querem ser independentes dos seus pais, dedicando mais tempo para construir a sua rede de amigos. Porém, se eles se distanciam dos amigos, se escondem do mundo exterior no quarto ou evitam as redes sociais e seus dispositivos. E aí, algo está errado.

 

 

Alterações físicas drásticas

 

Se o seu filho perdeu peso ou apetite, problemas para dormir e parece estressado pela manhã, podem ser sinais de várias coisas. Mas combinado com alguns dos comportamentos listados acima, pode ser um sinal que algo está errado.