Compartilhe

Começou a palhaçada!

Até tento me convencer que vale a pena investir o pouco dinheiro que eu tenho em um console de nova geração. Mas desse jeito, fica bem difícil.

A Microsoft anunciou o preço do cartão de expansão de armazenamento para os seus consoles de nova geração, o Xbox Series X e o Xbox Series S. Pela bagatela de R$ 2.299 (ou US$ 229 nos Estados Unidos), você pode inserir um cartão de memória SSD PROPRIETÁRIO (é claro, pois com esse preço…) de 1 TB.

E é nesse momento que a Microsoft está torcendo a faca no rim de todo mundo, ao mesmo tempo que dá um tiro no próprio pé com bazuca de 12 sem botina (que é para doer mais).

O que é algo bem estranho, pois… se parar para pensar, não dá para segurar tudo ao mesmo tempo.

 

 

 

Uma equação cheia de problemas

 

 

Tá. Eu sei. Tá bem caro. É quase um Xbox Series S, ou quem sabe pode custar um Xbox One S. Mas tem alguns pontos que recheiam ainda mais essa bomba fétida que é essa proposta.

Para começar, com um formato proprietário, fica bem difícil fazer uma gambiarra para tentar colocar um SSD de terceiros para armazenar os jogos do novo Xbox. Difícil, mas não impossível: aquela galera virada no jiraya pode dar os seus pulos, e uma solução caseira e mais barata pode aparecer.

Depois, esse preço é quase o valor de um Xbox Series S, e isso é bizarro por si só. Estou pagando quase o preço de um novo videogame novinho para ter uma maior capacidade de armazenamento.

Por fim, e o mais importante: você vai precisar expandir a capacidade de armazenamento do seu novo Xbox, sim ou sim.

Com jogos que vão passar com certa facilidade dos 100 MB de armazenamento, eu tenho quase certeza que você não vai se contentar em ter apenas 10 jogos armazenados no console. Tudo bem, você pode remover um, fazer o download de outro e seguir com a vida. Mas… por quanto tempo você vai ter saco para isso?

E tudo bem se você aceita o placebo de instalar uma unidade de armazenamento externo via USB, o que é um placebo bem interessante… desde que o novo Xbox Series X/S seja compatível com SSDs externos. Ao menos você paga metade do preço em uma unidade desse tipo (daí pra menos; eu mesmo paguei pouco mais de R$ 600 em um SSD SATA de 1 TB).

 

 

 

Um erro global da dona Microsoft

 

 

De novo: eu entendi todos os fatores implícitos para a Microsoft chegar nesse preço “comédia” de R$ 2.299 por uma unidade de armazenamento de 1 TB. Mesmo assim, é um erro gigantesco.

Também entendi a estratégia dos caras: tentar capitalizar em cima dos itens agregados, ainda mais sabendo que todo mundo vai precisar expandir o armazenamento do console de alguma forma.

Mesmo assim: pode me deixar aqui, sentado na frente do computador, repetindo pela terceira vez como faz todo velho cansado (e é isso o que eu sou nesse momento) que a Microsoft está de palhaçada com todo mundo, achando que os gamers vão investir essa grana toda em uma unidade de armazenamento.

Ok… galera virada no jiraya… quero a solução na minha mesa em 15 minutos. Ou 15 dias. Ou, no máximo, até fevereiro de 2021 (mês do meu aniversário). O que vier primeiro.

 

 

Via The VergeXbox


Compartilhe