Compartilhe

Surpresa.

Eu estava me preparando para dormir, até que pingou no meu feed de notícias que a Sony confirmou os preços dos novos consoles PlayStation 5 no Brasil. Um movimento sábio, já que o console será lançado por aqui no dia 19 de novembro de 2020, junto com os demais mercados internacionais. E confirmar o preço logo de uma vez reduz as especulações e inicia a temporada de economia desenfreada para comprar o videogame logo no ato do lançamento (algo que eu não recomendo).

Mas… sobre o preço… foi uma surpresa. Uma boa surpresa.

 

 

 

Bem menos caro do que todo mundo esperava

 

 

Eu mesmo achava que os preços das duas versões do PlayStation 5 no Brasil seriam proibitivos e, por incrível que pareça (que milagre, Sony…), isso não aconteceu. Quero dizer, são dois consoles caros considerando os números, mas bem menos caros do que os projetados R$ 12 mil pelo meu amigo Paulo Higa do Tecnoblog.

Bom, vamos aos preços e, depois, vamos falar de alguns detalhes sobre esses valores:

 

– PlayStation 5, por R$ 4.999
– PlayStation 5 Digital Edition, por R$ 4.499

 

Os dois consoles chegam ao mercado brasileiro em 19 de novembro de 2020, mas a pré-venda de ambos começa quinta-feira, 17 de setembro.

Como eu disse, é bem menos caro do que o esperado. Eu imaginava que esse produto bateria na casa dos R$ 10 mil, mas isso (felizmente) não aconteceu. A Sony decidiu incluir o Brasil na política do “não vamos lucrar com a venda de consoles, mas sim com a venda de jogos”, algo que é adotado no mundo todo.

Tá, para mim ainda é um produto caro, mas compreensível quando penso que este é um console de nova geração. Dessa forma, a Sony não precisa reduzir o preço do PlayStation 4 em suas diferentes versões. Ou seja, se você esperava pelo lançamento do PlayStation 5 para investir o seu dinheiro no PS4, eu lamento pela decepção que os japoneses acabaram de entregar com esse anúncio.

O que não faz muito sentido é o preço da versão Digital Edition do PS5. A impressão que dá é que a Sony não quer vender esse modelo e, no fundo, quer que todo mundo compre o PlayStation 5 normal mesmo. Na verdade, ela quer isso (todo fabricante de tecnologia quer que você compre o produto mais caro), mas apenas R$ 500 de diferença é forçar a barra demais.

Tudo bem. Já entendemos que a Sony aceitou perder dinheiro nas vendas do PlayStation 5. Até porque ela vai querer mesmo é lucrar nos jogos. E os preços deixam isso mais claro do que a água mineral que estou bebendo enquanto escrevo esse post.

Beba água.

 

 

 

O lucro da Sony virá em todo o resto

 

 

Se você vai comprar um PlayStation 5, parabéns. Eu quero ser seu amigo, seu rico!

Agora, se você não tem tanta grana sobrando, comece a guardar dinheiro para os jogos e acessórios do novo console, pois aqui a facada é meio violenta. Um jogo do PS5 pode custar até R$ 349,90, quando antes custavam entre R$ 199 e R$ 249. Sim, amigo… esse é o preço por querer ter um console de nova geração.

Os acessórios para o PlayStation 5 também estão com preços bem salgados, como por exemplo um controle DualSense por R$ 499, o headset sem fio Pulse 3D por R$ 599, e a câmera HD com lente dupla 1080p por R$ 449. Ou seja, o investimento aqui é bem pesado, e muito provavelmente você vai ter que aceitar pagar o preço para poder jogar no console.

Pois sem jogos, você só tem um pedaço de plástico branco futurista não combinando com nada na sala de sua casa ou no seu quarto.

É claro que a Sony não revelou os preços dos jogos para PS5 no formato digital (via download), que tendem a ser menos caros do que as versões dos mesmos jogos em mídias físicas. Mesmo assim, alguns desses títulos são desejados por um público grande, que pode simplesmente desistir da compra do novo console porque não vai ter tanta grana para investir nos jogos.

 

 

 

O que aprendemos com tudo isso?

 

 

Que apesar do PlayStation 5 ser menos caro do que todo mundo estava esperando, a brincadeira no Brasil ainda vai sair bem cara, não só no console mas também nos acessórios e jogos. É preciso ter muita coragem e dinheiro sobrando no cartão de crédito para realizar tal investimento.

Tudo bem, eu entendo que a cotação do dólar, o ano de 2020 completamente maluco e o fator Brasil influenciaram no valor de R$ 4.999 para o PlayStation 5. E até acho que o Xbox Series X não vai fugir muito disso (atenção, Microsoft: o pulo do gato no Brasil está no Xbox Series S #FicaDica).

Porém… eu ainda acho um preço salgado para um console de videogame (tenho que chamar assim, pois os fabricantes desistiram do conceito de central multimídia), e vou ter que pensar algumas vezes antes de investir o meu dinheiro em uma das duas propostas.

A boa notícia aqui é que o PS5 está com um preço menos impossível do que o imaginado. A má notícia é que seus jogos são caros, e nem todos contam com uma avó rica para bancar tal investimento.

Brasileiro só se ferra mesmo…

 

 

Via Tecnoblog


Compartilhe