Compartilhe

O Tumblr decidiu expulsar a pornografia de sua plataforma a partir do dia 17 de dezembro de 2018, e esse era um grande sinal de identidade da rede social. Agora, os órfãos e os criadores desse tipo de conteúdo precisam procurar um novo lar.

Mas enquanto o Tumblr expulsa os amantes do pornô, o Pornhub (como não) abre as suas portas para essa turma.

 

 

Venham fazer dinheiro no Pornhub, Tumblrs!

Em sua conta no Twitter, o Pornhub fala diretamente com os tumblrs, afirmando que recebe todos eles de braços abertos. Além disso, o site convida aos produtores a monetizarem o seu conteúdo criando “Fan Clubs” diretamente da plataforma.

O Tumblr nunca implementou nenhum tipo de ferramenta de monetização para os criadores de conteúdo, que sempre recorreram a ferramentas externas (Patreon, PayPal, etc). Já o Pornhub tem a sua plataforma própria para ganhar dinheiro, com os produtores enviando fotos, vídeos ou textos com conteúdos pornográficos.

Os ‘fan clubs’ podem servir para que os usuários paguem uma tarifa mensal para conteúdos exclusivos, no melhor estilo dos benefícios oferecidos no Patreon, mas tudo dentro do próprio Pornhub.

Logo, esta pode ser uma alternativa viável para alguns criadores, especialmente aqueles que buscam monetização. Porém, para outros usuários, a grande graça do Tumblr era justamente encontrar conteúdos adultos sem necessariamente recorrer para um site de pornografia, mantendo assim um comportamento online mais “discreto”.

Nem é preciso dizer isso, mas é importante destacar que o Pornhub não é a plataforma mais apta para todas as ocasiões. E o site até se esforça (sem muitos resultados positivos) em oferecer vídeos dentro do segmento Safe For Work, com um conteúdo teoricamente apto para visualizar no local de trabalho. Porém, esse mesmo segmento exibe um monte de publicidade pornográfica quando o vídeo SFW é aberto, tornando a iniciativa algo simplesmente inútil.

De qualquer forma, vamos ver o que acontece. Boa parte dos Tumblrs de pornografia devem mesmo migrar para o Pornhub.

 

Via @Pornhub, @Pornhub


Compartilhe