Por que você não precisa desfragmentar o seu SSD do computador? | TargetHD.net TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Press "Enter" to skip to content

Por que você não precisa desfragmentar o seu SSD do computador?

Compartilhe

A desfragmentação é uma das tarefas mais típicas de manutenção de um PC. É um procedimento que devemos realizar de forma periódica com o disco rígido do computador para manter um funcionamento adequado do equipamento. Porém, observe que eu escrevi DISCO RÍGIDO e não SSD. E vou explicar nesse post por que você não deve desfragmentar a sua unidade de disco sólido no PC ou notebook.

 

 

Como funciona o SSD, e as suas diferenças com o HD

SSDs são dispositivos de armazenamento que são formados por um tipo de memória conhecida como NAND flash não volátil. Ou seja, a informação é armazenada em vários chips, e não se perde quando o fornecimento de energia é suspenso, algo que acontece com outros tipos de memória.

Já o HD salva os dados em pratos magnéticos, que giram em alta velocidade enquanto uma cabeça de leitura e gravação se move sobre os pratos. A fragmentação acontece quando várias partes que formam um arquivo não são salvas de forma contínua na unidade, mas em partes separadas do disco.

Nos HDs mecânicos tradicionais, a fragmentação faz com que a cabeça de disco precise se mover muito mais para encontrar todos os dados necessários, o que acaba impactando em sua velocidade de funcionamento.

Já no SSD, como o seu funcionamento é eletrônico, não existe uma cabeça que se move para buscar os dados, de modo que sua velocidade não acaba afetada pela fragmentação dos dados.

 

 

É necessário desfragmentar um disco SSD?

Outra característica dos discos SSD é que os chips de memória NAND Flash suportam um número de ciclos de leitura e gravação limitados antes de ter problemas. A desfragmentação de unidades de armazenamento organiza essas informações armazenadas na unidade, o que inevitavelmente resulta na gravação de uma grande quantidade de dados na unidade.

Ou seja, se você desfragmentar uma unidade SSD, você vai desgastar os chips de memória NAND Flash e reduzindo a sua vida útil. Além disso, a desfragmentação aqui não agrega nenhum benefício, pois não melhora a velocidade de funcionamento dessa unidade.

 

 

Como otimizar um disco SSD?

Todos os principais sistemas operacionais do mercado (Windows 10, Linux, macOS, etc) estão adaptados para funcionar com unidades de armazenamento SSD. Eles podem detectar automaticamente uma unidade desse tipo quando conectado ao seu equipamento, e realizam automaticamente as tarefas de manutenção necessárias para garantir o melhor funcionamento do dispositivo.

Tais tarefas também maximizam a durabilidade das unidades SSD, de modo que não precisamos nos preocupar com um eventual desgaste prematuro.

 

 

Conclusão

Você não precisa desfragmentar discos SSD porque tal procedimento com esse tipo de unidade não resulta em qualquer tipo de benefício ao dispositivo e ao equipamento como um todo. Pelo contrário: você aumenta as chances de um desgaste mais rápido desse item de hardware.

Por outro lado, se você ainda tem no seu computador um HD mecânico ou disco rígido tradicional (e pretende trabalhar com ele em seu equipamento por mais algum tempo), o processo de desfragmentação de discos é muito bem vindo e recomendado para manter a saúde e vida útil do seu computador.

Não tenha preguiça em executar e esperar os resultados da desfragmentação do disco rígido tradicional. Prevenir é sempre melhor do que remediar.


Compartilhe