Compartilhe

O macOS 10.15 Catalina, a nova versão do sistema operacional para computadores da Apple, já está disponível para muitos usuários. A nova versão entrega uma série de melhorias e novidades que muitos querem testar logo. Mas o mais recomendável é não atualizar para a última versão, pelo menos não tão rapidamente. Nesse post, apresentamos os motivos para ter um pouco mais de paciência.

Versões beta são pouco estáveis, mas várias vezes por mês recebemos novas versões de software que resolvem falhas e problemas da versão anterior. Até que a versão final chegue ao mercado. E, ainda assim, ela também não chega 100% estável.

A versão final pode conter bugs, falhas ou problemas diversos, que só são resolvidos nas futuras atualizações. E no caso do macOS 10.15 Catalina, isso não é diferente: pequenas falhas ao navegar por alguns sites, escrever com o WordPress ou acessar algumas opções do sistema foram detectadas. Sem falar nos aplicativos que deixaram de funcionar com a nova versão. E aí você vira “refém” do desenvolvedor, esperando pela atualização de aplicativos que trabalham a 32 bits, quando o Catalina só permite executar apps ou serviços que trabalham em 64 bits.

 

 

Se eu atualizar e voltar para a versão anterior, terei algum problema?

 

 

É uma opção, mas é difícil de ser executada. Para quem atualizar para o Catalina, saiba que voltar para a versão anterior do macOS será algo muito complicado. Por isso, antes de qualquer mudança, faça uma cópia de segurança de tudo no Time Machine com o Mojave para poder dar o passo atrás. Ou restaure o sistema para a sua configuração de fábrica.

Em resumo: pode ser meio confuso para você, mas é aconselhável não atualizar o seu Mac ou MacBook, por uma questão de segurança. As chances são pequenas, mas se alguma falha acontecer no macOS 10.15 Catalina, os seus dados pessoais, documentos ou informações mais sensíveis podem ficar em risco. A Apple promete atualizar rapidamente as versões problemáticas com parches de correção, mas é melhor esperar que a empresa lance tais atualizações.


Compartilhe