Por que você deveria se preocupar com a sua sombra digital | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Por que você deveria se preocupar com a sua sombra digital | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Opinião | Por que você deveria se preocupar com a sua sombra digital

Por que você deveria se preocupar com a sua sombra digital

Compartilhe

Tudo o que você envia para a internet, desde o seu endereço em um cadastro de compras até uma foto no Facebook, está gerando aquilo que muita gente chama de identidade digital. E você sabe disso (ou deveria saber). Até mesmo o simples fato de você ler esse artigo já gera esse registro, pois em algum lugar, de alguma forma, esses dados são captados, inclusive quando você navega em modo anônimo.

Porém, existem outros (muitos) dados que deixam rastros de quem realmente é você, e tais dados são captados e registrados de forma que você nem fica sabendo disso. Essa é a sua sombra digital. E você deveria se preocupar com isso. A sério.

 

 

O você que você nem sabe como é, mas existe para qualquer pessoa

Uma coisa é como você se enxerga nesse mundo. Outra coisa (muito diferente) é como as demais pessoas enxergam você. É um conceito da psicologia que pode muito bem ser aplicado ao mundo digital e a era da internet.

A cada ação que realizamos na rede mundial de computadores, um novo elemento é construído para traçar um perfil de como somos, quais são os nossos interesses, nossos hábitos, rotinas e preferências. E quando fazemos isso de forma consciente (comentando em sites, publicando conteúdo nas redes sociais, utilizando um aplicativo, etc), nós construímos aquilo que é conhecido como identidade digital.

Porém, além desse rastro que é mais ou menos voluntário (ou consciente) deixamos outro rastro que nem todos estão cientes que existe, pelas próprias características sobre como ele é construído: a sombra digital.

Em 2008, já se alertava que a quantidade de informações geradas sobre uma pessoa é maior do que a quantidade de informação criada pela própria pessoa. E isso é potencialmente perigoso: talvez nós não somos plenamente conscientes de quem realmente são e do peso gigante que esses dados possuem sobre nós.

Podemos dizer que a sombra digital é a quantidade de informação que deixamos sobre nós em diferentes sistemas, sejam eles públicos ou privados. Tais dados, agregados, podem servir para nos identificar e estabelecer um perfil sobre nossas preferências, gostos, costumes e atividades.

Essa informação pode ser gerada por sistemas digitais que estamos utilizando em nosso dia a dia, como smartphones ou smartbands, ou mesmo por agentes externos, como câmeras de segurança nas ruas e sistemas de identificação dos mais diversos.

 

 

Onde isso pode ser perigoso?

 

 

Em linhas gerais, você tem dois perfis no mundo digital: aquele que você controla, e aquele que outros sistemas controlam.

A sombra digital é péssima por estabelecer a construção de uma narrativa que não necessariamente é aquela que você gostaria de ter. Por exemplo, você não gostaria que a sua esposa descobrisse que você foi a um determinado motel (sem ela), quando disse para ela que teve uma reunião no escritório que avançou até o final da noite.

Como ela pode descobrir isso? A sua pulseira de atividades e o histórico de localização do Google Mapas são excelentes formas de dedurar você.

Sem falar nos dados que são coletados a seu respeito, e que podem ser utilizados para inúmeras finalidades (especialmente para fins de publicidade), sem o seu consentimento ou autorização.

Por isso, procure ter o máximo de cuidado com a sua sombra digital. Ela fala mais sobre você do que você gostaria que as pessoas soubessem. E na era digital, pode revelar os seus segredos mais obscuros.


Compartilhe