Por que reciclar um smartphone que não usamos?

Compartilhe

Já parou para pensar em quantos celulares velhos você tem espalhados pela sua casa? Muitos que estão lendo este post vão encontrar pelo menos cinco. E todos estão aí, parados, sem fazer nada. A maioria guarda os telefones velhos com a ilusão que, um dia, no futuro, vai utilizar o dispositivo novamente. Mas muitos desse grupo sabem que isso não vai acontecer.

Muitos já ouviram falar que é possível reciclar celulares velhos, e é preciso saber que 90% dos componentes de um dispositivo como esse podem ser reaproveitados, como câmeras, flash, processador ou RAM, antena, bateria, modem e diferentes conexões.

Por isso, mostramos nesse post cinco motivos que justificam a reciclagem dos velhos telefones. E espero que esses motivos possam convencer você a juntar esse lixo eletrônico na sua casa e envie para um centro de reciclagem o quanto antes.

 

 

 

 

Deixa de alimentar a guerra pelo coltan

 

O coltan é um material muito escasso. É uma rocha composta de dois minerais, a columbita e a tantalita, e é utilizado por praticamente todos os fabricantes de smartphones. A cada ano, são vendidos mais de 1.5 bilhão de smartphones com este material.

A República Democrática do Congo é um dos principais produtores de coltan no mundo e, por lá, o material é chamado de ‘ouro negro’, por ser muito raro. E é justamente a tantalita que permite que os smartphones sejam tão finos.

As condições de exploração desse material são as piores possíveis, controladas por grupos armados que exploram os mineradores. A atividade pode provocar guerras, conflitos sociopolíticos e a exploração infantil.

Ao reciclar os smartphones, é possível frear a necessidade de extração deste mineral e, portanto, não seguir contribuindo com a violação dos direitos humanos em países como o Congo.

 

 

 

Luta contra a exploração infantil

 

Por conta do primeiro item, muitas crianças trabalham em situações ilegais e desumanas no Congo, onde 40% das pessoas que trabalham nas minas de exploração são menores de 18 anos. As condições de trabalho são inumanas e inadequadas para qualquer indivíduo, principalmente para pessoas em pleno processo de crescimento e desenvolvimento.

Além de suportar as altas temperaturas, essas crianças estão submetidas à nuvens de poeira roxa, precisando cavar em túneis de 200 a 300 metros de profundidade, em troca de um salário de dois euros por dia.

 

 

 

Contribui para a sustentabilidade do ecossistema

 

A prática da mineração intensa e indiscriminada resulta em um sério prejuízo ao ecossistema, afetando as espécies que vivem em selvas e bosques. O desmatamento e a perda dos bosques primários resulta no desaparecimento de um grande número de espécies vegetais, além do assassinato de inúmeras espécies animais, que perdem os seus lares e o seu meio de sobrevivência.

 

 

 

 

Luta pela preservação das espécies em perigo de extinção

 

Infelizmente, alguns fabricantes que usam o coltan obtém o material através da mineração ilegal. Nesses locais de exploração, algumas espécies animais ameaçadas de extinção sofrem muito mais. Como é o caso dos gorilas, que podem desaparecer em um futuro a médio prazo.

 

 

 

Ajuda a arrecadar fundos para entidades sem fins lucrativos

 

Ao reciclar o seu smartphone, você ajuda a reduzir a demanda de coltan e, por tabela, contribuir para acabar com esse cenário de caos. Ao mesmo tempo, pode ajudar a arrecadar fundos para organizações sem fins lucrativos, que lutam em diferentes territórios do mundo castigados por essa guerra. Ou seja, você ajuda em várias frentes para tentar tornar esse mundo um pouco melhor.


Compartilhe