O WhatsApp segue em constantes mudanças. Antes, o app permitia o envio de uma mesma mensagem para várias pessoas. E isso criou um efeito dominó perigoso: a proliferação de notícias falsas.

Tanto as notícias falsas como as correntes e o SPAM se tornaram um problema sério para a plataforma. Por isso, o WhatsApp tomou uma medida relativamente radical (e inútil, na visão de algumas pessoas): limitar o re-envio de mensagens.

Agora, você não pode enviar uma mesma mensagem para grupos com 20 pessoas ou mais. Por outro lado, sempre é possível copiar e colar a mensagem em questão (se for um texto), ou até mesmo realizar uma captura de tela, e compartilhar de forma livre. Nos dois casos, quem produziu a mensagem foi você, e a única diferença é que você assume a responsabilidade em compartilhar a notícia falsa.

Na teoria, a medida dificulta o compartilhamento da desinformação, já que boa parte dos usuários sempre vão pelo caminho mais prático na hora do compartilhamento. Mas é pouco provável que resolva o problema de forma efetiva.

Além disso, o WhatsApp agora está avisando quando alguém compartilhou uma mensagem, o que pode ajudar a sinalizar que aquele usuário recebeu de outra pessoa a informação, e isso pode ajudar a identificar uma notícia falsa.

Veremos com o tempo o impacto que os novos recursos podem produzir.