Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Tecnologia | Por que o seu smartphone tem várias câmeras de fotos?

Por que o seu smartphone tem várias câmeras de fotos?

Compartilhe

Com o passar dos anos, o número de sensores de câmeras nos smartphones aumentou consideravelmente, e muita gente não sabe por que isso aconteceu.

Neste post, vamos esclarecer essa dúvida. Mas antes, vamos pensar que, em 2017, o Samsung Galaxy S8 tinha apenas uma lente de 12 MP, e era o mais avançado que podíamos encontrar no mercado em termos de fotografia móvel. Porém, seus resultados jamais chegavam perto do que temos hoje com os telefones com vários sensores.

É evidente que a evolução fotográfica nos smartphones aconteceu com a adição de mais sensores. Mas é preciso ter a compreensão sobre o que cada sensor faz na hora do registro fotográfico.

 

 

 

As possibilidades de fotografia nos smartphones foram multiplicadas

A diversidade de opções que temos hoje na fotografia móvel é o principal motivo para os fabricantes adicionarem mais lentes ao conjunto de fotos. E tudo isso foi feito pela simples necessidade de abrir uma competição entre os telefones e as câmeras profissionais.

Os fotógrafos contavam com uma versatilidade que os smartphones só alcançavam com o uso de acessórios nada práticos. Logo, com o espaço disponível na parte traseira do telefone, os fabricantes começaram a adicionar todo o tipo de lentes. Então, o usuário só tinha que escolher a lente desejada na tela do dispositivo, e pronto: uma foto com uma lente específica era registrada naquele momento.

E aqui está a explicação mais direta possível para que o seu smartphone receba hoje várias lentes fotográficas. Isso é muito mais prático que trocar as objetivas das câmeras. Dessa forma, os telefones podem competir em pé de igualdade com as câmeras fotográficas profissionais, pelo menos na sua usabilidade (porque o resultado final das fotos ainda é substancialmente diferente).

 

 

 

O que dá para fazer com cada uma das lentes?

Cada lente na parte traseira do smartphone tem uma finalidade. Agora, vamos descobrir o que cada uma dessas lentes oferece, e quando devemos usar uma lente específica dentro de uma situação ou cenário para fotografia.

 

 

Lente padrão ou principal

É a câmera que todos os smartphones integram desde o início dos tempos. É a lente ideal para se registrar boas fotos em todas as situações, com elevada resolução e abertura para capturar o maior nível de luz possível, pois assim ela registra boas fotos de dia e de noite.

 

 

Lente grande angular

É um tipo de lente com muitos usos, obtendo assim um maior campo de visão para fotografar ou filmar paisagens que a lente principal não consegue capturar de forma nativa.

 

 

Lente de profundidade

Uma das câmeras secundárias que chegaram primeiro aso smartphones, mas que perdeu protagonismo com o passar dos anos. É uma lente dedicada a reconhecer a profundidade entre o telefone e o objeto em primeiro plano, para dessa forma criar o efeito retrato ou efeito bokeh que muitos conhecem hoje.

 

 

Lente zoom

A lente que aproxima os objetos. Pode ser em zoom ótico ou digital, e se tornou cada vez mais necessário no mundo da fotografia. É o que faz com que a distância não seja um empecilho para registro de boas fotos. Quanto maior for essa lente, melhor será a qualidade da foto.

 

 

Lente macro

Aqui, a lente permite que você se aproxime muito perto de um pequeno detalhe, obtendo assim cada detalhe do objeto a ser fotografado, por menor que ele seja, e com um potencial muito maior de observação que o olho humano em alguns casos.


Compartilhe