Por que o ser humano está desenvolvendo um “novo osso” na cabeça pelo uso excessivo dos smartphones? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Variedades | Por que o ser humano está desenvolvendo um “novo osso” na cabeça pelo uso excessivo dos smartphones?

Por que o ser humano está desenvolvendo um “novo osso” na cabeça pelo uso excessivo dos smartphones?

Compartilhe

Você pode ficar preocupado, fascinado ou as duas coisas com a notícia desse post. Mas eu entendo que é importante que você e os demais leitores do TargetHD.net fiquem sabendo do que exatamente está acontecendo com as mudanças do corpo humano, pois podemos estar diante de uma alteração da nossa formação que será provocada diretamente pelo uso de dispositivos eletrônicos no dia a dia.

Na semana passada, foi revelado que alguns cientistas se depararam com a peculiar descoberta que muitos jovens estão desenvolvendo um novo osso no crânio. Por que? Por causa do uso prolongado do smartphone.

 

 

Muitas horas forçando a cabeça para olhar na tela

 

Os jovens estão desenvolvendo um novo osso na parte posterior da sua cabeça por conta da inclinação que eles fazem com a cabeça para frente na hora de visualizar os conteúdos dos seus dispositivos móveis. A pressão provocada na espinha até os músculos na parte traseira causou um crescimento do osso, para ajudar a manter os tendões e os ligamentos pelo maior esforço postural.

De acordo com a publicação, o fenômeno acontece pela mesma lógica sobre como a pele forma as calosidades, que são uma resposta à pressão ou abrasividade de longa duração.

Agora, tudo o que foi informado no estudo fica no campo da hipótese pois, apesar de ter uma relação bem lógica e ter sérias suspeitas sobre a correlação entre o uso do smartphone e esse fenômeno, não foram realizados testes suficientemente amplos para atribuir total culpa nesse aspecto.

É o que se suspeita e o que é “quase óbvio”, mas não é assim que o mundo da ciência funciona, onde a certeza é o que deve mandar na hora de emitir um juízo final sobre um assunto.

Mesmo assim, essa descoberta se soma a outras enfermidades ou síndromes da nova era, como ‘o pulso do WhatsApp’ ou coisas do gênero, que nada mais é do que o aumento dos casos do túnel carpiano por passar muito tempo escrevendo no smartphone.

 

Via Washington Post


Compartilhe