Wetten.com Brasil Apostas
Início » Internet » Por que o PicPay está atrasando a liberação do dinheiro do Auxílio Emergencial?

Por que o PicPay está atrasando a liberação do dinheiro do Auxílio Emergencial?

Compartilhe

Eu conheço o PicPay, e sei como ele funciona, até porque eu tenho uma conta ativa no serviço. Porém, particularmente, não gostei muito do serviço, pois nas poucas oportunidades que testei o mesmo para realizar pagamentos através da plataforma, o sistema reprovou o pagamento através do cartão de crédito à vista em alguns estabelecimentos, e as poucas transações de pagamentos na plataforma cobraram 2.99% no valor total pago, com 0% de cashback.

Logo, para mim, não valeu a pena. Prefiro utilizar as fintechs que não me cobram nada por diferentes modalidades de transações.

Mas tem muita gente que utiliza o PicPay por considerar a plataforma uma maneira cômoda e moderna para realizar pagamentos, já que a plataforma digital é uma solução versátil para transferir valores, realizar pagamentos, parcelar boletos e outros serviços financeiros.

Uma das finalidades que muitos usuários do PicPay passaram a adotar no uso da plataforma nos últimos dias foi realizar o resgate do Auxílio Emergencial do Governo Federal. Como vocês bem sabem, existe uma regra na oferta do benefício, onde os R$ 600 ficam retidos no aplicativo Caixa TEM (você pode utilizá-los para pagamento de contas e compras através do cartão de débito virtual), e os saques só estão autorizados em datas determinadas pelo governo.

Para facilitar as coisas, o PicPay liberou o cadastro do cartão de débito virtual da Caixa Econômica Federal, o que permite um resgate mais rápido desse dinheiro, que é transferido direto para o aplicativo de pagamentos.

E é aqui que está acontecendo o grande problema do momento.

 

 

 

PicPay, onde está o dinheiro?

 

 

Alguns usuários (que, nesse momento, são muitos) realizaram o procedimento de transferência dos valores da conta digital da Caixa para o PicPay, e afirmam que, dias depois, ainda não receberam o dinheiro do auxílio emergencial na sua conta digital da plataforma de pagamentos. Para você ter uma ideia de quanta gente está reclamando nesse momento, a hashtag #PicPayDevolveMeuDinheiro subiu rapidamentenas redes sociais.

Alguns usuários já falam em processar a empresa, enquanto que outros relatam que estão há um mês sem conseguir acessar o dinheiro enviado para o aplicativo. Ou seja, se já não bastasse todos os problemas que o Caixa TEM está apresentando nos últimos dias para as pessoas que querem pagar contas e realizar compras através do cartão virtual, agora temos o PicPay complicando as coisas para os seus usuários.

 

 

O PicPay se tornou uma solução mais rápida para os beneficiários do Auxílio Emergencial, mas é importante lembrar que não é a única. Outros bancos digitais também estão oferecendo o recurso de transferência do valor de forma imediata (em poucos minutos), o que permite que o saque desse dinheiro seja muito mais rápido do que a opção oferecida pelo governo federal. O Caixa TEM só permite os saques e transferências depois de um prazo estabelecido, que pode demorar mais de um mês na maioria dos casos.

A urgência de muitas pessoas em receber esse auxílio justifica o uso do PicPay e de outras plataformas. E por isso o serviço de carteira digital está sendo tão pressionado nesse momento. Até o momento, a plataforma não se manifestou sobre o assunto. E esperamos por uma explicação, pois esse é o tipo de problema que afeta a vida de muitas pessoas.

 

ATUALIZAÇÃO em 07/07/2020 @ 20h55: em comunicado publicado no site Tecnoblog, o PicPay informa que “Por instabilidade do sistema do Caixa Tem, um pequeno percentual das transações entre o aplicativo e o PicPay não é concluído (…) Nesses casos, o usuário deve fazer nova tentativa.” Para os casos onde o valor de transferência foi debitado na conta digital da Caixa, mas não é exibido corretamente na plataforma, a empresa avisa que “o estorno deverá ser realizado pelo próprio banco”, ou seja, pela Caixa.

 

https://twitter.com/eduardo_vanildo/status/1280513457406738433?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1280513457406738433%7Ctwgr%5E&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.minhaoperadora.com.br%2F2020%2F07%2Fpicpay-atrasa-recebimento-do-auxilio-emergencial-de-usuarios.html

 

 

Via Minha Operadora


Compartilhe