Por que o iPhone não precisa de uma grande bateria? | TargetHD.net
TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Por que o iPhone não precisa de uma grande bateria? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Por que o iPhone não precisa de uma grande bateria?

Por que o iPhone não precisa de uma grande bateria?

Compartilhe

Enquanto a bateria dos smartphones Android não parou de crescer com o passar dos anos, a bateria no iPhone não aumentou tanto quanto o desejado por muitos e, ainda assim, melhorou a sua autonomia de uso nas mais recentes versões.

Muitos usuários precisam ter um smartphone que tem que chegar no final do dia funcionando, e a Apple ultimamente está conseguindo este objetivo com um esforço menor que em um telefone Android.

Por que isso está acontecendo?

 

 

 

Menos é mais

 

Isso resume a filosofia de bateria do iPhone.

A Apple não revela o tamanho da bateria dos seus modelos do iPhone de forma oficial, mas os especialistas em tecnologia que desmontam os telefones da empresa podem confirmar que o telefone mantém um crescimento mais comedido neste item.

As diferenças são consideráveis, principalmente quando comparamos com os dispositivos Android mais completos do mercado, que alcançam com facilidade baterias com mais de 4.000 mAh, contando com uma tela de tamanho e qualidade similar, processadores potentes e outros aspectos típicos de um telefone top de linha.

 

 

 

Por que a bateria do iPhone é tão pequena?

 

Dois motivos podem responder a esta pergunta.

O primeiro está nas tecnologias de hardware e software integradas no iPhone. O iOS é o responsável pelo gerenciamento de consumo de bateria, trabalhando com processadores que contam com a melhor eficiência energética do mercado.

O segundo motivo é o fato do iOS ser 100% pensado em um hardware único, sem precisar se adaptar a outras arquiteturas ou especificações. Desse modo, ele pode trabalhar com o gerenciamento de bateria de forma muito mais consciente que o Android, que foi concebido para funcionar com inúmeros dispositivos com arquiteturas diferentes. E temos que considerar aqui que o sistema operacional do Google melhorou bastante neste aspecto nos últimos anos.

E é por isso que um smartphone Android top de linha com bateria de grande capacidade tem uma autonomia relativamente similar ao de um iPhone com uma bateria consideravelmente menor. O sistema do Google exige mais energia para fazer a mesma coisa que o telefone da Apple.

Além disso, os smartphones Android contam com várias tecnologias que não estão presentes no iPhone, e isso exige um maior consumo energético que acaba sendo algo natural.

A diferença pode diminuir com a chegada das telas de 120 Hz em alguns modelos específicos da família iPhone 13, além da conectividade 5G que está cada vez mais popular. Mesmo assim, a Apple faz um ótimo trabalho nos seus processadores, e a queda na autonomia não deve ser algo tão grande assim.

Logo, não fique impressionado com um smartphone Android com 6.000 mAh de bateria. Ele naturalmente gasta mais energia que um iPhone, que entrega como vantagem indireta um telefone menos pesado para levar no bolso.


Compartilhe