TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia
Por que o Google Camera tem desempenho pior em smartphones com processadores MediaTek? | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Por que o Google Camera tem desempenho pior em smartphones com processadores MediaTek?

Por que o Google Camera tem desempenho pior em smartphones com processadores MediaTek?

Compartilhe

Pode parecer perseguição com os processadores da MediaTek, mas na verdade, não é.

É sempre importante lembrar que tecnologias diferentes podem se comportar de formas diferentes. E os processadores não funcionam da mesma forma, já que possuem arquiteturas diferentes.

Logo, eu nem precisava dizer que os chips da Qualcomm e da MediaTek contam com diferenças no comportamento, pois muitos que estão lendo este post podem comprovar isso na experiência prática ao usar os dispositivos.

Porém, é importante explicar se o app do GCam ou Google Camera possui um desempenho pior nos smartphones com processadores MediaTek e por que isso acontece.

 

 

 

A resposta passa pelos nomes Google e Qualcomm

Quando outros smartphones recebem um port do aplicativo Google Camera, ele recebe uma adaptação do app que originalmente faz parte de um dispositivo Google Pixel que, por sua vez, conta com um processador Qualcomm Snapdragon. E aqui está parte da explicação para um desempenho prejudicado deste aplicativo em dispositivos com chips MediaTek.

Nem todos os recursos do Google Camera estarão disponíveis em smartphones com chips MediaTek porque o APK original do app foi concebido com base nos chips Snapdragon. Essa regra só mudou agora, pois a nova geração do Google Pixel conta com o processador Google Tensor. E, mesmo assim, a regra de compatibilidade é a mesma.

Logo, realizar um port do Google Camera para smartphones com chips MediaTek é algo bem difícil. Ou seja, quando encontrar uma versão deste aplicativo para o seu telefone com este processador, é melhor agradecer do que ficar reclamando.

 

 

 

Mesmo assim, posso usar a GCam em um telefone com MediaTek?

Pode sim. Não tem nada que impede a instalação ou o uso do port do aplicativo do Google Camera no seu smartphone com chip da MediaTek, desde que você selecione a versão do app que é compatível com o modelo do seu telefone.

O único grande problema que você vai enfrentar é a queda de desempenho do aplicativo do Google Camera nestes dispositivos com um hardware diferente dos chips Snapdragon, justamente por conta das diferentes características técnicas que esses componentes internos oferecem.

Além disso, outro fator determinante para um bom desempenho está no tipo de dispositivo que você está utilizando. Não espere muito de um telefone de entrada ou linha média, pois não existe GCam que faz milagres neste caso.

Se você souber lidar com isso, pode ir em frente no uso do Google Camera sem maiores problemas.

 

 

 

Não acontece apenas com os chips MediaTek

Sendo bem justos, esse problema de queda de desempenho no aplicativo do Google Camera não é uma exclusividade dos smartphones com processadores MediaTek.

Os chips Exynos, fabricados pela Samsung, enfrentam o mesmo problema. E isso acontece inclusive nos modelos top de linha ou premium. Eu mesmo tenho um Galaxy S21 Ultra e enfrento essa anormalidade de desempenho do Google Camera.

Por isso, a regra é bem clara: por conta da origem do desenvolvimento da GCam estar baseada no uso com os processadores Qualcomm Snapdragon, qualquer outro dispositivo que contar com um processador de outro fabricante terá o seu desempenho e funções do aplicativo naturalmente limitados.

Nunca foi um problema exclusivo da MediaTek. Logo, vamos parar com essa mania ou complexo de perseguição com a marca.

Certo?

 


Compartilhe