Por que o Clubhouse pode gravar as suas conversas na plataforma?

Compartilhe

Eu sei que a maioria de nós não tem a menor paciência para ler os termos de uso dos produtos que compramos e dos serviços que utilizamos. E não consigo imaginar por que isso seria diferente com a Clubhouse.

A rede social de áudio é a febre do momento. E no desejo de entrar para a plataforma o quanto antes, acabamos não lendo as políticas de uso do serviço.

E uma dessas regras que a maioria não leu é que a plataforma pode sim gravar todas as conversas dos usuários, o que pode ser um grande problema para aqueles que estão mais preocupados com a sua privacidade.

Pois bem, chegou a hora de saber por que a Clubhouse está fazendo isso.

 

 

 

A praticidade do Clubhouse é atraente

 

Não podemos negar que um dos segredos do sucesso da Clubhouse (além do chamariz dos convites no seu primeiro momento de vida) é a forma intuitiva em como a plataforma permite a comunicação com outras pessoas.

Em um momento onde somos obrigados a ficar distantes uns dos outros, ter um serviço que permite a comunicação em grupo como se todo mundo estivesse ao redor de uma mesa de bar é tudo o que muita gente precisa.

Porém, muitos de nós não pensamos que a Clubhouse é uma plataforma nova, e que pode trazer as suas pegadinhas. Que nem são tão secretas assim, pois estão bem claras nas políticas de uso do serviço.

Políticas de uso que a maioria simplesmente ignora e não lê.

Falha nossa, amigo leitor. Minha e sua.

Agora, vamos tentar descobrir se a leniência em não ler as políticas de uso do aplicativo podem comprometer a nossa privacidade dentro da Clubhouse.

 

 

 

Por que a Clubhouse pode gravar as nossas conversas?

 

O aplicativo é desenvolvido pela Alpha Exploration Co., e vale a pena destacar o parágrafo abaixo de sua política de privacidade:

 

“Com o único propósito de apoiar as investigações de incidentes, gravamos temporariamente o áudio em uma sala enquanto a mesma está ativa. Se um usuário relatar uma violação enquanto a sala está ativa, retemos o áudio para fins de investigação do incidente e ele é removido quando a investigação estiver concluída.”

 

Ou seja, com o objetivo de punir eventuais violações de seu código de conduta, a Clubhouse pode sim gravar as conversas em uma sala. Algo no mínimo razoável para estabelecer um critério justo para aplicar as punições a quem merece.

Mas… o que a Clubhouse faz com as gravações de áudio realizadas?

A rede social reforça que, se não for detectado nenhum incidente, as gravações (que são criptografadas) são apagadas ao fim da investigação. A gravação das conversas é possível pela permissão de acesso ao microfone concedida pelos usuários, o que também pode resultar no envio de publicidade personalizada, o que levanta suspeitas contra o aplicativo.

No final das contas, fique de olho na Clubhouse. Sempre com um pé atrás.

 

 

Via VozPópuli


Compartilhe