Por que não dá para usar o CON como nome de arquivo do Windows?

Compartilhe

A resposta é: retro compatibilidade.

A Microsoft não consegue se livrar de alguns arquivos ou aplicativos da era do MS-DOS ou Windows 3.1, e o Windows 10 mantém algumas das características que, hoje, são consideradas como “erros” sem solução por mais de 40 anos. Porém, na época, tais recursos existiam para evitar problemas maiores. Por isso, não podemos colocar como nomes no Windows termos como “CON”, “LPT1”, “PRN”, “NUL” ou “AUX”.

 

 

 

As palavras proibidas

 

Pode tentar, se você não acredita em mim. Crie um documento ou pasta com esses nomes, ou tente renomear arquivos existentes por termos como CON.png ou AUX.txt. O Windows 10 simplesmente não vai deixar.

Nos anos 80, na era do MS-DOS, os computadores eram telas pretas com texto e nada mais, funcionando a partir de linhas de comando para os mais diferentes recursos. E dependendo do dispositivo, ele contava com um nome reservado. Por exemplo, as portas paralelas para conexão de impressoras usavam os termos LPT1, LPT2, LPT3, LPT4, LPT5, LPT6, LPT7, LPT8 e LPT9. portas seriais reservavam o COM de 1 a 9. Consoles eram representados por CON, entre outros.

Tais termos estão reservados até hoje, o que impede a criação de arquivos ou pastas com eles, já que tais dispositivos de sistema podem ser interpretados como um arquivo, o que pode resultar em erros de comando no Windows.

Se no Windows 10 você abrir o prompt de comando e usar um comando como COPY CON targethd.txt, qualquer coisa que você escrever a partir de agora no terminal vai para o arquivo de texto targethd.txt. Existem códigos do tempo do Windows 3.1 no Windows 10 até hoje, e tal versão teve o MS-DOS por base, assim como aconteceu com o Windows 95.

O mesmo não aconteceu com o Windows NT, mas a Microsoft queria que ele fosse compatível com o Windows 95. O Windows 10 tem parte de sua base de código no Windows NT, mas não tudo: muita coisa do Windows 3.1 e do MS-DOS está nele, e o mesmo acontece com as versões anteriores, como Windows 7 ou Windows 8.

Tudo bem que, nos dias de hoje, quase ninguém usa uma porta paralela para conectar uma impressora. Mas alguém pode precisar e, por isso, a Microsoft segue oferecendo o suporte para dispositivos e softwares muito antigos. Por isso, a monstruosidade do código do Windows ainda recebe esses comandos quase obsoletos.

Por causa da retro compatibilidade, não só você não pode usar o CON como nome de arquivo no Windows, mas o código do sistema operacional acaba ocupando aproximadamente 0.5 TB de espaço de armazenamento, abrigando pouco mais de 4 milhões de arquivos.

 


Compartilhe