Algumas pessoas contam com um olho clínico mais apurado, e prestam atenção para os detalhes mínimos de cada dispositivo. E algumas pessoas perceberam que o iPhone XR conta com uma assimetria no seu corpo.

A prova disso está na foto em destaque desse post. O iPhone XS (acima) possui a porta Lightning centrada verticalmente, enquanto que o iPhone XR (abaixo) conta com a mesma porta levemente descentralizada, mais próxima da borda inferior do que da superior, não se alinhando com os parafusos dois dois lados, nem com os orifícios do alto-falante.

Por que isso aconteceu? Por que a Apple criou um motivo para que as pessoas que contam com TOC tenham pesadelos constantes com tal assimetria?

O pessoal do iFixit desmontou recentemente o iPhone XR, e descobriram o motivo para isso acontecer. Aparentemente, a assimetria desse dispositivo é uma consequência do uso de uma tela mais grossa (LCD) nesse smartphone.

A porta Lightning desalinhada parece ser um sintoma da montagem de uma tela mais grossa. A tela LCD é mais barata, mas a sua necessidade de retro-iluminação a torna maior, o que pode ter afetado a simetria do produto.

 

 

Além disso, o iFixit destacou a grande bateria presente no iPhone XR. Já era sabido que esse modelo tinha a maior autonomia, e isso acontece por causa de sua bateria retangular de uma célula, com capacidade de 11.16 Wh. Em comparação, a bateria do iPhone XS Max possui 12.08 Wh, mas sua tela é maior, com muito mais pixels para alimentar.

Outro detalhe destacado pelo iFixit é a câmera única utilizada no iPhone XR, que possui um módulo de grande angular idêntico ao do iPhone XS. Além disso, o leitor de cartões SIM desse modelo é modular, algo inédito em um iPhone. Ou seja, a substituição do leitor dos SIM Cards é mais rápida, mais barata e com menores custos de substituição da placa-mãe.

 

Via iFixit