Por que a Apple não aconselha que você tampe a webcam do MacBook?

Compartilhe

Se tornou viral nos últimos dias o conselho que a Apple estava oferecendo aos seus usuários: não tampe a sua webcam. E isso está chamando a atenção de muita gente, principalmente daqueles que querem manter uma maior privacidade durante as suas atividades diante do computador.

Os mais precavidos no uso de equipamentos informáticos ou até mesmo os mais paranoicos (e nessa lista temos que incluir o nome de Mark Zuckerberg) querem ter um maior nível de privacidade na hora de trabalhar com o computador portátil. Por conta disso, muitas pessoas adotam a medida um tanto quanto inusitada, porém, muito eficiente, de tampar a lente da webcam do portátil.

Não é a medida mais elegante que você pode adotar em um computador portátil, muito menos vai deixar o seu notebook bonito (eu mesmo tenho um toque quando vejo um adesivo tapando a webcam), mas é uma forma eficiente para quem está mais preocupado com a sua privacidade no uso do computador.

É de conhecimento público que alguns programas e ameaças virtuais habilitam a webcam dos notebooks sem que o usuário fique sabendo que isso está acontecendo, pois consegue fazer isso sem habilitar o LED de segurança da câmera. Agora, pense nos perigos que você pode estar exposto se flagram a sua pessoa em uma atividade mais privada, ou realizando alguma tarefa que você não quer que outras pessoas saibam que você está fazendo.

Logo, tal atitude não é um exagero, mas sim um recurso válido e de direito dos usuários. Então… por que a Apple não quer que você tampe a webcam do MacBook?

 

 

 

Tampe a webcam do MacBook por sua conta e risco

 

 

Se você é uma daquelas pessoas que tampam a câmera do notebook porque não confia que ela só será ativada quando você quiser, saiba que a Apple está deixando muito claro que, se você fizer isso com um MacBook, o portátil pode sofrer danos sérios em sua tela. O que é um desastre que, no mínimo, traz enormes prejuízos imediatos para você (agora, se serão maiores do que a perda da sua privacidade, isso é outra história).

Em um documento de suporte, a Apple avisa que se você coloca algum tipo de tampa ou adesivo sobre a câmera frontal do Macbook, a tela do portátil pode ser danificada. E para evitar esse tipo de prejuízo, a gigante de Cupertino oferece algumas alternativas para aumentar a sua privacidade durante o uso do portátil, mas sem comprometer a integridade física da tela.

Mas antes de apresentar tais alternativas, vale a pena informar que a Apple observa que os danos na tela do MacBook podem acontecer porque a separação entre a tela e o teclado está desenvolvida para suportar ações muito restritas (e retirar um adesivo não é algo que a tela está projetada para suportar), e cobrir a câmera integrada também poderá interferir com o sensor de luz ambiente, evitando que alguns recursos importantes da tela funcionem, como o brilho automático e o True Tone.

 

 

A principal alternativa aqui? Não colocar absolutamente nada, e confiar que o LED verde avise quando algum aplicativo está utilizando a câmera. Nas preferências do sistema operacional é possível saber quais são os apps que contam com acesso à câmera e, se quiser, é possível desativar esses softwares.

Outra solução oferecida pela Apple é: se não existe outra alternativa para garantir a sua privacidade no MacBook, coloque algo na câmera frontal que seja o mais fio possível e, ainda assim, retire esse item antes de fechar a tampa do portátil, para desse modo evitar mais danos.

De acordo com a página de suporte da Apple:

– Certifique-se de que a tampa da câmera não é mais grossa que uma peça média de papel da impressora (0,1 mm).
– Evite usar uma tampa de câmera que deixe resíduo adesivo.
– Se você instalar uma tampa de câmera mais grossa que 0,1 mm, remova a tampa da câmera antes de fechar seu MacBook.

 

Colocar algum tipo de adesivo ou elemento na câmera frontal do MacBook não apenas pode resultar em danos sérios para a sua tela, mas também afeta diretamente o bom funcionamento da mesma. Logo, pense algumas vezes antes de tomar essa medida, ou pelo menos adote uma solução que vai manter a integridade do seu equipamento.

Prevenir é melhor do que remediar. E, nesse caso, é mais barato do que mandar o MacBook para o conserto.

 

 

Via Apple, wccftech


Compartilhe