Início » Internet » Políticos terão que medir as suas palavras no Twitter a partir de agora

Políticos terão que medir as suas palavras no Twitter a partir de agora

Compartilhe

O Twitter admitiu o erro de ter regras que valiam para vários outros políticos e não para Donald Trump, e decidiu corrigir isso. O CEO da rede social, Jack Dorsey, entende que Trump é importante para a sua plataforma por causa do número de usuários que atrai, mas sabe que ele é uma dor de cabeça constante.

Não só Trump. Políticos poderosos e imbecis são um problema no Twitter. Usam a plataforma do jeito que querem e sem obedecer as regras, especialmente aquelas que penalizam determinados comportamentos, como o discurso de ódio.

 

 

Novas regras para os políticos no Twitter

 

 

Por anos, a desculpa do Twitter era que esses usuários eram muito importantes, onde os cidadãos poderiam ver o comportamento dessas autoridades para tomar decisões para as próximas eleições. Uma desculpa pobre para ocultar o verdadeiro motivo para manter Trump e outros políticos na rede social: usuários e dinheiro que eles atraem.

Por fim, o Twitter finalmente entendeu o quão errado isso era, e apresentou uma nova política de uso relacionada com personalidades públicas e políticos. As mensagens publicadas por esses grupos terão preferência e não serão apagadas se eles violarem as regras, mas serão ocultadas ao máximo no caso de infrações.

As mensagens ofensivas serão marcadas e não vão aparecer como padrão. No lugar, o Twitter vai mostrar uma mensagem que explica que aquele tweet viola as regras, e se você quiser ver, será por sua conta e risco. Isso vai fazer com que muitos não precisam ver besteiras. Além disso, o algoritmo do Twitter vai evitar mostrar essas mensagens nas buscas.

 

 

Uma medida anti Donald Trump

 

 

A medida só será aplicada aos usuários com mais de 100 mil seguidores ou para contas associadas com algum órgão governamental, ou para quem é candidato a um cargo no governo. Se uma mensagem viola demais as regras, o Twitter pode apagar essa mensagem de forma imediata.

Este é um primeiro passo para controlar os políticos no Twitter, e a decisão é tomada antes do início da campanha presidencial dos Estados Unidos. Veremos como isso pode realmente afetar os rumos das eleições. Só vamos torcer para o Twitter não agir de forma parcial.

E a polêmica vai começar mesmo quando Donald Trump tiver o seu primeiro tweet bloqueado com as novas regras.

 

Via Twitter, Wired


Compartilhe