Compartilhe

O Galaxy Buds Live é o novo fone de ouvido da Samsung, apresentado de forma oficial na última edição do Samsung Galaxy Unpacked, o mesmo evento que apresentou ao mundo os novos smartphones top de linha dos coreanos, o Samsung Galaxy Note 20 e o Samsung Galaxy Note 20 Ultra (ah, a polêmica do smartphone premium com carcaça de plástico vai perdurar por um bom tempo…) e os novos tablets premium Samsung Galaxy Tab S7, entre outros produtos.

Falando especificamente do Galaxy Buds Live, ele não era uma surpresa nesse evento de apresentação. Boa parte do conhecido mundo civilizado já conhecia como era o produto, que vazou de forma considerável na internet nos últimos meses. E, ao longo desse tempo, muitos de nós ficamos intrigados com o seu formato.

De forma não oficial, a internet batizou o Galaxy Buds Live como “os fones de ouvido da Samsung em forma de feijão”, mas sem qualquer tipo de confirmação por parte da empresa se a intenção era mesmo que os fones se parecessem com um par de feijões.

Bom… confirmação oficial não veio. Mas ao menos está confirmado que até a Samsung chama o Galaxy Buds Live de fones feijão.

 

 

 

O apelido “feijão” não incomoda a Samsung

 

 

O pessoal do iFixit descobriu durante o processo de desmontagem do Galaxy Buds Live que a própria Samsung chama os auriculares desses fones de “feijão”.

No interior dos fones, é possível ver claramente a indicação “feijão esquerdo” (left bean) e “feijão direito” (right bean), confirmando algo que já havia sido detectado pelos vazamentos prévios do produto, cujo projeto recebeu o nome de código “feijão”.

Porém, é importante deixar bem claro para os mais desavisados que o simples fato de você poder chamar esses fones de “feijão” está bem longe de ser uma desculpa válida para cozinhar o produto. Só dá o direito de você seguir chamando o Galaxy Buds Live de “feijão” sem receber um processo da Samsung.

Além de confirmar o apelido oficial dos Buds, o pessoal do iFixit decidiu descobrir coisas mais importantes sobre o produto com o processo de desmontagem do mesmo. Como, por exemplo, descobrir o quão fácil (ou o quão difícil) é reparar o gadget em questão.

De forma surpreendente, e apesar da sua estrutura ser similar ao de outros fones TWS que passaram pela bancada do iFixit, o Galaxy Buds Live pode ser o fone de ouvido sem fio mais fácil de ser reparado no mercado atual.

É muito fácil abrir e entrar nas entranhas do Buds, além de ser relativamente fácil acessar e trocar a sua bateria interna. O problema na troca da bateria é encontrá-la nas lojas online de componentes, algo que deve mudar com o passar do tempo e a popularidade do dispositivo no mercado.

 


Compartilhe