Compartilhe

Tem algum sentido os consoles portáteis no mercado atual, quando o smartphone pode fazer muito bem isso? O Nintendo Switch mostra que SIM. Basta oferecer algo diferente. E é o que o Playdate faz: é um console portátil claramente inspirado no Game Boy, mas com vários diferenciais.

Por trás do projeto está a Panic, desenvolvedora de aplicativos diversos, onde a sua única experiência em videogames é como editora dos jogos independentes Firewatch e Untitled Goose Game, que se destacaram principalmente pela sua originalidade.

 

 

Playdate aposta na originalidade

 

 

Podemos dizer que o Playdate é original por vários motivos. Possui um design muito simples e semelhante ao Game Boy, mas com uma tela retangular em preto e branco, com retro iluminação. Na parte frontal, um D pad direcional e alguns botões.

Nada demais aqui, certo?

O que começa a ser chamativo no produto está no lado direito: a manivela, que é um dos métodos para controlar os jogos, ou melhor, alguns deles, movendo o personagem do jogo dentro do seu cenário.

 

 

Jogos originais de desenvolvedores independentes

 

 

Logo, você já deve imaginar que os jogos desenvolvidos para o Playdate serão muito experimentais, e não ports de outros consoles. Serão jogos desenvolvidos para o console, onde chama a atenção que alguns dos desenvolvedores mais reconhecidos no setor estão na iniciativa, como Keita Takahashi (Katamari Damacy), Bennet Fody (Getting Over It e QWOP), Zach Gage (SpellTower) e Shaun Inman (The Last Rocket).

Mas não apenas os jogos serão originais. O método de distribuição de jogos também será. O Playdate oferece ao comprador o direito a receber um novo jogo no seu console a cada semana, em um sistema de entrega serializado, como se fosse uma série de TV.

A primeira temporada é composta por 12 jogos lançados em 12 semanas consecutivas. A cada novo jogo, o console vai fazer o download automaticamente. Cada jogo vai aproveitar o limite de hardware disponível à sua maneira, mas os criadores afirmam que a tela, apesar de ser monocromática (400 x 240 pixels), é “extremamente nítida”.

O Playdate custará US$ 149, e nesse valor já inclui a primeira temporada de jogos. Chega ao mercado no começo de 2020, mas sem uma data específica.

 

 

Via Playdate


Compartilhe