TargetHD.net | Notícias, Dicas e Reviews de Tecnologia Pixel 7 Pro vs iPhone 14 Pro Max: um duelo de câmeras e bateria | TargetHD.net Press "Enter" to skip to content
Wetten.com Brasil Apostas
Você está em | Home | Análises e Reviews | Pixel 7 Pro vs iPhone 14 Pro Max: um duelo de câmeras e bateria

Pixel 7 Pro vs iPhone 14 Pro Max: um duelo de câmeras e bateria

Compartilhe

Google Pixel 7 Pro e Apple iPhone 14 Pro Max contam com algumas coisas em comum.

Eles chegaram ao mercado recentemente, ambos contam com câmeras excelentes, e os dois se destacam pela excelente autonomia de bateria. E os três detalhes são ótimos argumentos para muitos dos interessados em investir o rico dinheiro do trabalho em um dos dois dispositivos.

Tudo bem, eu sei que o Pixel 7 Pro é bem mais complicado de ser encontrado por aqui. Mas eu também sei que o céu é o limite para quem está com o saldo do cartão de crédito elevado para concluir a compra em um dos dois dispositivos.

Por isso, vale a pena dedicar um tempo para realizar um comparativo breve entre o Pixel 7 Pro e o iPhone 14 Pro Max para definir qual é o melhor smartphone nas câmeras e na bateria. Isso deve ajudar os usuários mais indecisos.

 

A melhor câmera é a do Pixel 7 Pro, mas não em vídeos

Aqui, nem precisa começar a comparação entre os dois modelos: o Pixel 7 Pro vence no número de megapixels dos sensores auxiliares e no software que o Google coloca no seu aplicativo de câmera, que é absurdamente competente.

De qualquer forma, entendo que é importante que nenhum usuário fique tão obcecado assim com o número de megapixels dos sensores. O que realmente importa é a qualidade final das fotos e vídeos no teste prático, em ambientes do mundo real e sem o processo de pós-produção que os fabricantes aplicam para deixar as imagens mais chamativas.

Dito isso, as fotos capturadas com os dois aplicativos de câmera em modo padrão (utilizando o sensor principal), as imagens obtidas pelo Pixel 7 Pro são mais nítidas, enquanto que as cores são mais vibrantes com imagens menos saturadas nas fotos registradas pelo iPhone 14 Pro Max.

Outro ponto de vantagem do Pixel 7 Pro está nos resultados entregues pelas fotos registradas pela lente teleobjetiva do telefone do Google, com um zoom ótico de 5x, o que entrega também um zoom digital (Super Res de 30x) com imagens finais mais nítidas que o concorrente da Apple.

No modo retrato, o Pixel 7 Pro entrega uma maior profundidade de campo, enquanto que no modo noturno ele consegue oferecer imagens de pessoas com uma qualidade maior, já que o iPhone tende a suavizar o rosto do protagonista da imagem. E o smartphone do Google também conta com o modo dedicado à astrofotografia, o que pode ser um diferencial para quem está indeciso entre os dois modelos.

Falando agora dos vídeos, o iPhone 14 Pro Max vence neste aspecto, algo que já era esperado. Os smartphones da Apple se tornaram referência para a captação de vídeos dos usuários comuns e também daqueles que contam com uma maior dedicação e exigência técnica para essa tarefa.

O telefone da Apple vence no registro de vídeos por oferecer resultados finais mais nítidos, além do suporte para vídeos em 4K a até 30 fps. Logo, se o seu objetivo é criar um vlog ou entregar uma qualidade melhor para os vídeos que você publica no YouTube de forma mais casual, a escolha pelo iPhone 14 Pro Max é quase inevitável.

É importante deixar claro que cada dispositivo se sai melhor em alguns aspectos da fotografia, mas um não invalida o outro. O fato do Pixel 7 Pro se sair melhor no registro de fotos não significa que automaticamente o iPhone 14 Pro Max se tornou uma completa porcaria.

Precisamos parar com essa mania estúpida de invalidar um dispositivo apenas porque o outro é melhor em determinados aspectos. Ambos contam com uma excelente qualidade fotográfica, e alguns usuários certamente vão achar a qualidade final das fotos de um modelo melhor que o outro.

Até porque o gosto não se discute. Dependendo do usuário, sua visão artística e conceitual da imagem capturada pode ser completamente diferente dessa que estamos propondo neste artigo. E está tudo certo. Esse é o tipo de divergência que precisa aparecer.

 

Na bateria, o iPhone 14 Pro Max dura mais… por pouco

Os dois smartphones contam com processadores próprios, de modo que o comparativo aqui fica relativamente mais justo. Neste caso, é possível comparar e confrontar os dois caminhos tecnológicos que os fabricantes adotaram e, em função disso, identificar qual proposta se saiu melhor de forma mais justa.

Dito isso, o Pixel 7 Pro conta com uma bateria de 5.000 mAh, enquanto o iPhone 14 Pro Max se destaca por ter uma enorme bateria de 4.323 mAh. A diferença numérica pode ser substancial, mas é importante deixar registrado que a Apple sempre teve problemas com a autonomia de bateria dos seus smartphones, e essa quantidade presente no modelo Pro Max é o maior módulo de bateria que já esteve presente em um iPhone em sua história.

Pois bem, um vídeo decidiu fazer um comparativo sobre a autonomia de bateria nos dois dispositivos, e os resultados são evidentes: o iPhone 14 Pro Max conseguem funcionar por mais tempo longe da tomada que os dispositivos da linha Pixel.

Quando o Pixel 7 Pro morreu por não mais contar com energia em sua bateria, o iPhone 14 Pro Max ainda contava com impressionantes 21% de recarga. Em tempo de uso, o telefone da Apple conseguiu nada menos que quatro horas a mais de tempo para enviar e receber mensagens pelos aplicativos de comunicadores instantâneos.

O teste conclui que o Pixel 7 pro pode sobreviver longe da tomada por 9 horas e 41 minutos. Já o iPhone 14 Pro Max consegue funcionar por até 11 horas e 44 minutos, com uma autonomia total (incluindo o tempo em standby) de 27 horas e 44 minutos.

As duas horas de diferença entre o telefone do Google e o smartphone da Apple podem não parecer muita coisa para os usuários que ainda sonham em ver esses telefones funcionando por mais tempo longe da tomada. De qualquer forma, é um feito para os dois telefones.

Em termos práticos, o normal para que um smartphone top de linha funcione bem longe da tomada é de pelo menos um dia laboral completo, no intervalo entre 9h e 18h (com a pausa para o intervalo). E isso os dois dispositivos conseguem fazer sem maiores problemas.

No final, você pode escolher qualquer um dos dois adotando os dois aspectos abordados neste artigo como critério de escolha do dispositivo que será chamado de “seu” por alguns anos. Ambos estão bem completos e são muito competentes nos aspectos aqui analisados.

 

Via Geeky-gadgets | MacRumors


Compartilhe