A Philips apresenta a Philips OLED903, uma nova TV OLED com sistema Ambilight, Android TV e barra de som desenvolvida pela Bowers & Wilkins.

A Philips OLED903 está disponível em versões de 55 e 65 polegadas, com uma barra de som 2.1 canais que conta com dois tweeters de cúpula de titânio, dois controladores de tons médios e dois woofers passivos.

Além disso, a nova TV da Philips é compatível com Dolby Atmos, podendo também reproduzir som Dolby Digital, Dolby Digital Plus, AC4 e DTS-HD.

A Philips OLED903 tem uma tela OLED 4K compatível com HDR10, HDR10+ e HLG. Para potenciar o HDR, seu brilho máximo é de até 1.000 nits.

 

 

Tudo isso é controlado por uma versão melhorada do processador de imagem P5 da Philips, que promete um algoritmo melhorado para uma melhor escala de imagens SDR, com um tratamento mais eficaz do HDR.

A Philips OLED903 também conta com o sistema Ambilight da marca em três lados (duas laterais e parte superior), com as luzes seguindo as cores da tela ou em tom estático. O Ambilight também pode interagir com lâmpadas inteligentes Philips HUE.

O modelo recebe o Android TV 7, lançado em 2016, com atualização prometida para breve. As TVs serão compatíveis com o Google Home e o Amazon Alexa em um futuro próximo.

A Philips OLED903 terá quatro entradas HDMI, duplo sintonizador e dois controles já existentes em outros modelos da linha. Preços não foram revelados.

 

 

Bem sabemos como a Philips aposta em tecnologias proprietárias para o desenvolvimento de suas TVs, e o sistema Ambilight é um item com qualidade comprovada. Porém, o Android 7 a essa altura do campeonato não faz muito sentido. Talvez a empresa esteja refinando a atualização de software, para entregar a nova versão quando a mesma estiver pronta e com o menor número de bugs.

Não há previsão de lançamento da Philips OLED903 para o mercado brasileiro, por enquanto.

 

Via Flatpanels