Compartilhe

O ano de 2018 entra para a história como o primeiro onde mais da metade da população mundial está conectada na internet, de acordo com as previsões da União Internacional de Telecomunicações (UIT).

Serão 3.9 bilhões de pessoas que estarão conectadas à internet quando o ano de 2018 chegar ao fim, ou seja, 51.2% da população mundial, diante de 48,6% de 2017. É a primeira vez na história que isso acontece.

O UIT assinala que esta é uma mostra dos grandes avanços que são feitos no mundo para construir uma sociedade da informação global mais inclusiva, mas assinala as diferenças de penetração entre regiões e as centesas de milhões de pessoas que ainda não aproveitam dos benefícios da economia digital.

Para ilustrar esse cenário, a UIT destaca que 80,9% dos usuários de internet de todo o mundo estavam em países desenvolvidos, diante dos 45,3% dos países em desenvolvimento. De todas as regiões, a África foi a que registrou o maior crescimento de usuários conectados, saindo de 2,1% em 2015 até 24,4% em 2018.

Outros dados interessantes do estudo destacam que quase a metade dos lares de todo o planeta (48,3%) contarão com pelo menos um computador pessoal quando o ano de 2018 chegar ao fim. Em 2005, esse número só alcançava um quarto dos lares do planeta (27,6%). Nas conexões de internet, 2018 vai chegar ao fim conectando 57,8% dos lares de todo o planeta, com os países desenvolvidos duplicando os seus números em comparação com aqueles que estão em vias de desenvolvimento.

Os dados da União Internacional de Telecomunicações também confirma outras tendências conhecidas, como a do auge dos acessos da internet móvel em relação às conexões de internet fixa, e também acima das conexões de telefonia fixa. Isso foi possível graças à expansão das redes móveis. Enquanto isso, muitas regiões do planeta sequer contam com acesso à banda larga fixa, enquanto que as redes móveis já estão disponíveis para 96% da população mundial.

 

Via UIT


Compartilhe