Compartilhe

A Netflix apresentou os resultados do quarto trimestre fiscal de 2018, e aproveitou a oportunidade para compartilhar informações sobre a plataforma, com dados interessantes sobre a atividade de visualização de alguns títulos.

Uma das partes mais interessantes do comunicado oficial para os acionistas está na concorrência. A Netflix afirma que 10% do tempo total de tempo de visualização está na TV, enquanto que nos smartphones o tempo é menor, e que em outros mercados, o tempo é menor ainda por causa de uma menor penetração.

Mas a declaração mais surpreendente é que a plataforma de streaming considera o jogo Fortnite o seu grande rival, já que é para o game sensação em 2018 que eles perdem mais audiência, na frente inclusive da HBO.

Faz sentido. O Battle Royale da Epic Games é muito popular em smartphones que poderiam ser usados para assistir séries da Netflix. Muita gente fica jogando no lugar de ver TV no telefone.

Mesmo que uma partida de Fortnite dure mais de 20 minutos, que é a duração de um episódio de muitas sitcoms, o normal é que dure menos. Nesse caso, pode ser mais interessante jogar mais uma partida do que assistir a um capítulo de série ou filme durante um trajeto curto de transporte público, por exemplo.

Uma vez que a própria Epic Games afirmou que compete pelo tempo e atenção do usuário, chegando a oferecer o sonho de derrotar um grande rival em alguma oportunidade. Logo, não é de se estranhar que, para esses casos onde o seu produto vai competir com outros usos do smartphone, acabamos vendo séries adaptadas especificamente para o formato do smartphone, como fez recentemente o Snapchat com as suas produções originais com cinco minutos de duração.

Este é só um dos casos onde existe a disputa pelo tempo, e nos lares será ainda mais difícil de competir. Mas não parecem que os esforços resultem em resultados ruins. A Netflix também falou de outros adversários globais, como o YouTube, que em outubro de 2018 registrou uma queda global por alguns minutos.

Mesmo assim, é fato que a Netflix sentiu a concorrência de forma mais presente, no número de clientes, novas assinaturas e tempo de uso do serviço. O crescimento da plataforma está diretamente associada à boa experiência diante de concorrentes. E melhorar tal experiência é fundamental para superar os concorrentes diretos, ou seja, Amazon Prime Video e Disney+.

Para ler o relatório completo sobre o quarto trimestre de 2018 da Netflix, clique aqui (em PDF).


Compartilhe