Compartilhe

O mercado de smartphones de linha média sempre foi muito concorrido, pois tradicionalmente são dispositivos que entregam a melhor relação custo-benefício possível. Os fabricantes sabem disso, e nos últimos meses lançaram produtos cada vez mais interessantes.

Hoje, os smartphones de linha média podem atender até mesmo os usuários mais exigentes. Contam com potência para rodar jogos pesados, recebem o 5G e não pedem um rim ou um fígado em troca desses benefícios. A enorme concorrência no setor só beneficia aos usuários, que podem escolher com calma o produto que melhor atende as suas necessidades.

Por outro lado, temos um efeito negativo que precisa ser administrado por todos: são tantos dispositivos disponíveis, que escolher a melhor alternativa entre os telefones de linha média se tornou uma tarefa cada vez mais complicada.

Eu entendo que pessoas diferentes contam com critérios e parâmetros diferentes. E como jamais vamos encontrar uma unidade de pensamento em um universo de usuários tão diversificado, nesse post vamos escolher um dos critérios que muita gente acaba abraçando como essencial na hora de escolher um smartphone de linha média: a potência bruta.

 

 

 

Os smartphones de linha média mais potentes do mercado (em setembro de 2020)

 

 

Muitos usuários olham para o desempenho do dispositivo na hora de fazer uma escolha. Algo compreensível, já que esse é um dos itens mais importantes para determinar uma boa experiência de uso no smartphone. E no segmento de linha média, essa não é uma tarefa fácil, pois temos vários processadores na disputa: Snapdragon 710, Snapdragon 720, Snapdragon 730G, Snapdragon 765G-768G, a serie MediaTek Dimensity 7200 e 820, os chips Kirin 720-820 e Kirin 985 e diferentes modelos da linha Samsung Exynos serie 9.

Agora que você entendeu a complexidade da coisa, vai também entender melhor por que alguém precisa fazer parte do trabalho sujo por nós. Nesse caso, esse alguém é o AnTuTu, teste de desempenho que analisa basicamente a potência bruta dos telefones disponíveis no mercado.

E o AnTuTu publicou o seu mais recente Top 10 de smartphones de linha média mais potentes do mercado nesse momento. E os resultados (que, por sinal, são bem interessantes), você confere a partir de agora.

 

 

Se você achava que a Qualcomm estava mandando nesse segmento tal e como faz hoje nos modelos top de linha premium, se enganou redondamente. Quem manda na coisa toda no mercado de linha média é a MediaTek, com o seu chip Dimensity 820, que conta com uma CPU de oito núcleos divididos em dois blocos (um de alto desempenho, com quatro núcleos Cortex-A76 a 2.6 GHz e outro de baixo consumo, com quatro núcleos Cortex-A55 a 2 GHz), trabalhando com uma GPU Mali-G57, recebendo a conectividade 5G e com uma APU 3.0 para tarefas com Inteligência Artificial.

Os dispositivos que justificam a vitória do Dimensity 820 nos testes de benchmark são o Redmi 10X 5G e o Redmi 10X Pro 5G, que encabeçam a lista dos 10 mais potentes smartphones de linha média no AnTuTu em agosto de 2020. Lembrando que, lá fora, esse modelo com 6 GB de RAM e 64 GB de armazenamento custa apenas 250 euros.

Os demais membros da lista contam com processadores Kirin 985 e Kirin 820, e os chips da Qualcomm ficam no final do Top 10, com o Snapdragon 768G e o Snapdragon 765G, onde o primeiro é uma versão revisada do segundo, trazendo apenas um pequeno aumento de frequência e nada mais.

Surpresos com o resultado?

 

 

Via NotebookCheck, AnTuTu


Compartilhe