O AV-TEST publicou o seu ranking atualizado com os melhores antivírus para Android do mercado. Foi avaliada uma gama de soluções de segurança, com os melhores provedores de software, analisando a capacidade de proteção e usabilidade em grupos de seis pontos e um ponto adicional por suas características.

Também foi levado em consideração a resposta do Play Protect, solução de segurança da Google utilizada na Google Play.

A maioria dos antivírus para Android ofereceram bons resultados, com uma média de detecção de malwares real próxima aos 98%. A metade deles alcançou uma pontuação máxima de 13 pontos, incluindo soluções de grandes provedores, conforme a lista a seguir.

 

 

Diante de soluções de terceiros, o Google Play Protect (que pode ser considerado o Windows Defender do Android) não ofereceu tão bons resultados, detectando apenas 58.6% dos malwares dos testes do mundo real, e 61.5% no conjunto de referência do AV-TEST.

Uma boa parte de usuários conta com um software anti-malware nos seus computadores pessoais (especialmente em equipamentos com Windows), mas poucos utilizam a solução em dispositivos móveis, apesar da popularidade dos smartphones.

Parece que a percepção do risco é menor nos dispositivos móveis, quando na verdade um malware para smartphones é tão ou mais perigoso que os dos PCs, onde muitos se escondem em apps na loja oficial da Google.

Os criadores de malwares buscam fazer estragos nas plataformas mais populares do mercado. Porém, engenheiros da Google estimam que o nível de risco no Android é ‘exagerado’, e garantem que ‘a maioria dos usuários não precisa de um antivírus’, alegando que o Android é basicamente seguro e com riscos mínimos quando os usuários instalam aplicativos exclusivamente da Google Play.

Mas… será que isso é o suficiente para oferecer uma maior segurança para os usuários? Será que foram mesmo poucas pessoas afetadas por malwares como menciona a Google?

E você? Considera necessário o uso de um antivírus em seu smartphone Android?

 

Via Softpedia