Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Dicas, Truques e Macetes | Os diferentes tipos de telas AMOLED

Os diferentes tipos de telas AMOLED

Compartilhe

Para quem consome conteúdos todos os dias no smartphone ou para quem é adepto dos jogos no celular, a tela é o elemento mais importante. É através dela que podemos obter a qualidade visual dos elementos gráficos do sistema operacional, de vídeos e filmes e de qualquer outra coisa que visualizamos no dispositivo.

E escrever isso em um post de tecnologia pode parecer algo meio óbvio.

Muitos já estão cientes que as telas AMOLED se tornaram padrão na indústria de smartphones, já que são aquelas que entregam a melhor qualidade possível com preços competitivos.

O que muita gente não sabe é que existem diferentes padrões de telas AMOLED, e isso pode definir quais modelos contam com telas com qualidade ainda maior para tarefas específicas.

Neste post, vamos mostrar os diferentes tipos de telas AMOLED que você pode encontrar nos smartphones disponíveis no mercado.

 

 

 

Antes de começar, você precisa entender que…

A principal característica das telas AMOLED está no sistema de matriz ativa que, ao trabalhar com um transistor de película fina ou TFT, controla a iluminação de cada pixel de forma individual.

É por isso que o consumo de bateria dessas telas é menor, pois em fundos negros os pixels permanecem desligados. Já nas telas OLED, os pixels ficam ativos o tempo todo, resultando em um desgaste significativamente maior.

Por outro lado, a vivacidade de cores nas telas AMOLED é muito maior, além de um brulho mais intenso. E tudo isso garante uma reprodução de conteúdo de maior qualidade e uma perfeita visualização, independente das condições lumínicas do ambiente que você está.

Dito isso, vamos agora falar dos tipos de telas AMOLED que existem no mercado.

 

 

 

AMOLED

É o padrão de tela dos smartphones de linha média atuais.

A sigla AMOLED faz referência ao termo Active Matrix Organiz Light Emiting Diod, ou Diodo Orgânico Emissor de Luz de Matriz Ativa. Na prática, essas telas contam com uma capa intermediária orgânica que aumenta a luminosidade, em uma estrutura dupla de subpixels, onde um pixel extra em tom verde é adicionado.

 

 

 

Super AMOLED

A principal diferença do Super AMOLED para a AMOLED é a inclusão de uma capa adicional integrada na própria tela. Essa capa tem como objetivo identificar as funções táteis por toda a sua superfície. Na versão anterior, esse reconhecimento só era feito na sua parte superior.

No final das contas, você tem uma melhor qualidade de imagem por conta dessa nova propriedade ao toque. Pode parecer sutil essa melhoria, mas ela existe, tanto nos aspectos técnicos quanto nos práticos.

 

 

 

Dynamic AMOLED

São as telas mais populares neste momento, além de serem aquelas que contam com a tecnologia mais avançada.

As telas Dynamic AMOLED são utilizadas hoje com maior frequência nos dispositivos top de linha premium dos principais fabricantes de smartphones. Algo que é bem lógico, já que são telas que recebem a compatibilidade com tecnologias avançadas de incremento de imagem, como é o caso do HDR10+.

Além disso, são telas que conseguem reduzir o cansaço visual em um consumo prolongado, pois conseguem otimizar o controle de emissão de luz. Mesmo assim, contam com uma maior gama cromática, oferecendo cores muito mais precisas aos conteúdos em reprodução.


Compartilhe