O pessoal do site TechInsights calculou os custos estimados de fabricação do novo iPhone XS Max, baseado na lista dos componentes utilizados nos dois dispositivos.

Nesse sentido, uma conclusão inicial é bem óbvia: os dois smartphones custam muito menos daquilo que a Apple cobra por cada um deles.

É importante frisar que só foram analisados os custos dos componentes e nada mais. Não estão incluídos os custos de pesquisa e desenvolvimento, marketing, distribuição, pós-venda, assistência técnica e outros gastos.

Dito isso, o iPhone XS Max com 256 GB de armazenamento, que tem preço sugerido de US$ 1.249, tem custos de fabricação de US$ 443, sendo a tela o item mais caro (US$ 80,50).

Apenas como comparativo: o iPhone X, lançado em 2017, tem preço total de fabricação de US$ 395.

 

 

O tema é alvo de discussão a cada lançamento de um novo iPhone, com pessoas defendendo a Apple e outros só querendo ver o fogo arder mais forte. A verdade é que a Apple não se preocupa com nada disso, pois a cada ano aumenta os números de vendas de iPhones, e as pessoas seguem confiando na empresa.