Os conceitos essenciais para uma boa conexão à internet

Compartilhe

Existem vários conceitos básicos para as conexões de internet que ajudam a definir os seus pontos mais importantes. Conhecer esses conceitos é importante para tomar as melhores decisões para melhorar a sua conexão.

Nesse post, vamos abordar quatro conceitos considerados fundamentais para qualquer conexão à internet: velocidade, estabilidade, alcance e segurança. Além disso, vamos dar alguns conselhos simples para melhorar esses aspectos.

 

 

 

1. Velocidade

 

 

A velocidade da conexão de internet determina a largura de banda máxima disponível para navegar na web, realizar downloads de arquivos e reproduzir conteúdos de streaming. É o que influencia diretamente na melhor experiência de uso.

A regra é clara: há uma enorme diferença entre assistir um filme na Netflix a 15 Mbps e a 300 Mbps. Quanto maior a sua velocidade, mais estável é a sua conexão, e melhor é a experiência de navegação.

Cada tarefa que você realiza na internet exige uma velocidade mínima para funcionar corretamente. De certo modo, o mínimo de velocidade que se pede hoje para realizar as principais atividades online é 50 Mbps. Vale a pena você verificar a quantas andam a velocidade de sua conexão, utilizando o nosso teste de velocidade.

 

 

 

2. Estabilidade

 

 

A estabilidade afeta tanto as conexões cabeadas como as conexões sem fio, mas com motivos diferentes. Conexões estáveis enviam pacotes de dados entre o roteador e os servidores das operadoras com normalidade, sem perdas ou atrasos.

Quando a conexão não está estável, você sente travamentos, saltos e latências elevadas nos jogos online ou nas transmissões por streaming, o que também prejudica a sua experiência online.

Em alguns casos, a falta de estabilidade de conexão é tão grande, que o problema só é resolvido quando você troca de provedor de internet. Aqui, pouco você pode fazer, a não ser esperar que o seu provedor resolva o problema. No máximo você pode reiniciar o roteador, fechar aplicativos que consomem grande largura de banda, verificar se há vírus no seu computador ou telefone ou atualizar o firmware do roteador.

 

 

 

3. Alcance do sinal de internet

 

 

Algo fundamental para as conexões WiFi, que utilizam ondas de rádio com um determinado alcance. Esse sinal vai perdendo intensidade conforme a distância vai aumentando, e dos obstáculos que o sinal precisa enfrentar.

Um sinal WiFi muito limitado pode resultar em áreas onde a conexão simplesmente não vai existir (aka zonas mortas). Ou pode resultar em um sinal tão fraco, que a conexão se perde, resultando em um desempenho débil.

Para melhorar a conexão de internet, é recomendado colocar o roteador em uma área elevada e central da casa ou apartamento, livre de obstáculos ou elementos que podem gerar interferências de sinal. E você não precisa gastar nada para seguir essa dica.

 

 

 

4. Segurança

 

 

Segurança na internet é fundamental, já que as ameaças online são inúmeras. De um modo geral, a sua rede WiFi precisa ser mais protegida, pois é ela que está mais exposta a terceiros.

Sempre habilite uma senha no seu roteador, para evitar que intrusos acessem a sua rede. Caso contrário, sua largura de banda pode ser devorada, deixando a sua experiência de conexão na web algo simplesmente lamentável.

Melhorar a sua conexão WiFi é algo relativamente simples, e as medidas de proteção podem ser executadas por qualquer usuário, independente do seu nível de conhecimento. Vale a pena ler esse post para obter mais detalhes sobre os procedimentos a serem adotados.


Compartilhe