Compartilhe

A empresa de segurança OPSWAT publicou um estudo que mostra os dez antivírus mais populares no Windows 10 em outubro de 2019. O relatório deixa claro que o Windows Defender ficou de fora pelo fato de vir pré-instalado com o sistema operacional, deixando assim de ser uma escolha voluntária do usuário.

Considerando então os critérios, o Symantec Endpoint Protection é o mais utilizado no Windows 10, com uma cota de mercado total de 10.75%. No total, as soluções de segurança desse fabricante lideram o estudo com 13.56%.

 

 

Na segunda posição ficou o McAfee Endpoint Security (9.61%), ficando atrás da ESET nas vendas globais, que registra uma participação total com os seus diferentes antivírus de 12,84%, com o ESET Endpoint Antivirus o mais utilizado. Fecham o Top 5 o Bitdefender e o Kaspersky.

O antivírus ainda é fundamental para evitar problemas no Windows, mas com a chegada do Windows 10 e do Windows Defender, o cenário mudou muito. A ponto de muitos usuários se perguntarem se realmente precisam de um software de segurança adicional, ou se a solução da Microsoft resolve todos os problemas.

 

 

A eficiência do Windows Defender é cada vez mais evidente

Nos testes realizados pelo AV-Test, o Windows Defender alcançou uma pontuação perfeita, superando softwares de terceiros como Internet Security da G-Data, Bitdefender e Malwarebytes.

Ou seja, o Windows Defender é uma solução de segurança perfeitamente viável, pois não apenas oferece as opções básicas como análise de ameaças em tempo real, mas também se aproveita de recursos avançados, como análise na nuvem e a proteção contra ransomware.

 

 

Logo, para qualquer usuário médio com o mínimo de bom senso, o Windows Defender é mais que suficiente. Por outro lado, não devemos nos esquecer que o compromisso da Microsoft é entregar uma segurança total, onde o usuário vai seguir recebendo melhorias que devem mantê-lo como uma solução funcional e muito competitiva.

É claro que os problemas de segurança continuam e não serão resolvidos por completo com um único software, mas é aqui que as funções avançadas do Windows Defender entram em ação. Isso, e o senso comum do usuário.

 

Via Softpedia


Compartilhe