Os 25 anos do Windows 95

Compartilhe

Em 24 de agosto de 1995, a Microsoft dominou o mundo com o lançamento do Windows 95, um sistema operacional que marcou toda uma época na era da informática.

Com o nome de código Chicago, o Windows 95 marcou um antes e um depois na Microsoft e no mundo dos computadores pessoais, marcando também o início de um monopólio nos sistemas operacionais de escritório que perdura até hoje.

A principal novidade que o Windows 95 ofereceu foi a estreia de uma interface gráfica de verdade, com componentes como o menu Iniciar e a barra de tarefas. Foi um salto gigantesco em relação ao MS-DOS e Windows 3.x.

Além disso, se destacou por ser um sistema híbrido entre 16 e 32 bits, recebeu suporte Plug and Play, multitarefa perspectiva e suporte aos nomes de arquivos longos. Contou com cinco packs de serviços e melhorou o suporte para o sistema de arquivos FAT-32, para os periféricos USB e outros elementos de hardware. Também passou a incluir o navegador web Internet Explorer como padrão, entre as versões 1 e 4.0.

 

 

 

Algumas curiosidades sobre o Windows 95

 

 

O Windows 95 foi um sucesso comercial sem precedentes, se tornando o sistema operacional mais bem sucedido da história, e transformando Bill Gates no homem mais rico do planeta. Na época do seu lançamento, a Microsoft só contava com 17.800 funcionários, gerando lucros anuais de US$ 5.9 bilhões.

Outro motivo para o sucesso do Windows 95 foi a sua campanha de marketing, onde a Microsoft investiu na época US$ 300 milhões. Um valor brutal para época, onde US$ 14 milhões foram gastos para pagar os direitos autorais da canção Start Me Up, da banda Rolling Stones.

A melodia de inicialização do Windows 95 foi composta por Brian Eno, e é baseada em 150 adjetivos enviados pela Microsoft, como “sexy, provocativa, nostálgica ou sentimental”. O autor criou 83 mini melodias baseadas nessas 150 palavras, todas criadas em um Mac, já que ele nunca usou um PC na vida… porque não gostava do PC.

O Windows 95 foi distribuído em 13 disquetes originalmente, para só depois ser comercializado em CD-ROM.

 

 

 

Quer testar o Windows 95 em 2020?

 

 

A morte oficial do Windows 95 aconteceu em 31 de dezembro de 2001, pouco depois do lançamento do Windows XP. Mas você pode testar o sistema operacional em pleno 2020, seja para voltar ao passado ou para conhecer aquilo que você não viveu.

O novo Windows 95 para PC usa o Electron, um framework de código aberto que permite o desenvolvimento de aplicativos gráficos para desktops usando componentes cliente-servidor para aplicativos web, adotando o Chromium como interface. Sua instalação pode ser feita em máquinas com Windows, macOS e Linux. Basta fazer o download do software disponível no GitHub e realizar a instalação.

A seguir as versões disponíveis:

Windows – Setup 32 bits

Windows – Setup 64 bits

Windows – Standalone 32 bits

Windows – Standalone 64 bits

macOS –  Standalone

Linux – pacote deb 64 bits

Linux – pacote rpm 64 bits

 

Muito mais do que qualquer outra versão, o Windows 95 permitiu que a Microsoft e a Intel formassem a aliança Wintel que dominou com mãos de ferro o mercado da computação por quase três décadas. Ou seja, o dia de hoje é muito importante para a história da informática.

Goste você ou não desse monopólio.

 


Compartilhe