Com o fim do primeiro semestre de 2018, as primeiras análises gerais sobre os dispositivos móveis começam a aparecer. O laboratório tecnológico Whylab apresentou os resultados dos seus testes, que revelam os 12 smartphones com maior autonomia de bateria do mercado (entre janeiro e junho de 2018).

Mesmo com o mercado dominado pelo processador Snapdragon 845, há pelo menos um modelo que não conta com esse chip, e possui ótimas características. O Huawei P20 Pro conta com um chipset Hisilicon Kirin 970. Os outros modelos que entraram no teste são: Huawei P20, Vivo Nex, Smartisan R1, Black Shark Gaming, OPPO Find X, OnePlus 6, Xiaomi Mi 8, Samsung Galaxy S9+, Galaxy S9, Mi Mix 2s e HTC U12+.

 

 

Os testes levaram em consideração três aspectos.

O primeiro foi o tempo em que cada modelo leva para recarregar de 0% até 100%. Aqui, o P20 Pro liderou, com uma recarga completa em apenas 75 minutos.

 

 

O segundo teste foi submeter os smartphones a 5 horas de uso persistente, simulando o uso diário, executando aplicativos de mensagens instantâneas, streaming de vídeo online, jogos, fotografia, navegação na internet, realizar chamadas e ouvir música. De novo, o P20 Pro liderou o ranking, ficando com 57% de bateria depois dessa janela de uso.

 

 

No terceiro teste, os smartphones ficaram em modo standby por 8 horas. Após esse período, apenas o P20 Pro e o P20 ainda contavam com 100% de bateria.

 

 

Outros modelos tiveram as porcentagens de bateria reduzidas de forma discreta. Já o Xiaomi Mi Mix 2s foi o mais afetado, ficando com 88% de bateria após 8 horas de standby.

Conclusão: se você precisa de um smartphone mais equilibrado na questão da bateria, comece a olhar com maior atenção para os modelos top de linha da Huawei O P20 Pro pode ser a sua melhor escolha nesse aspecto.

Pelo menos por enquanto.