Press "Enter" to skip to content
Você está em | Home | Análises e Reviews | OPPO Find N2 Flip desafia o Galaxy Z Flip 4

OPPO Find N2 Flip desafia o Galaxy Z Flip 4

Compartilhe

E lá vamos nós falar sobre mais um smartphone dobrável que chegou ao mercado. E a parte boa neste aspecto é que estamos mostrando ao mundo que não existe apenas o Galaxy Z Flip 4 da Samsung para tentar convencer aqueles que se cansaram de levar no bolso o telefone que tem o mesmo tamanho de uma sandália Havaianas.

O OPPO Find N2 Flip teve a coragem de dar o salto para o mercado internacional, o que significa que ele se torna automaticamente elegível para compra no mercado brasileiro. Porém, é preciso descobrir se vale a pena o esforço pelo seu processo de importação.

E eu estou aqui para fazer o trabalho sujo de mandar a real sobre um telefone que promete ser um rival muito duro para os dobráveis da Samsung.

 

O quanto ele promete aguentar?

Um dos grandes pontos de dúvida dos usuários interessados em um smartphone dobrável é a resistência do dispositivo. E não é para menos: afinal de contas, o telefone conta com uma importante peça móvel em sua estrutura, e todo mundo sabe que peças móveis tendem a dar defeito com o passar do tempo.

Pergunte isso para qualquer usuário de smartphone com câmera frontal retrátil, e ele vai concordar comigo. Aliás, alguns usuários do Galaxy Z Fold 3 também vão reforçar o que estou falando, pois recentemente várias unidades desse telefone dobrável começaram a dar defeito na tela, mesmo que o dispositivo não tenha sofrido de mau uso.

No caso do OPPO Find N2 Flip, a promessa é do dispositivo aguentar a mais de 400 mil movimentos de dobra. Ou seja, abrindo e fechando o telefone em temperatura ambiente. Em termos práticos, é o mesmo que você abrir e fechar o telefone 100 vezes por dia durante mais de 10 anos.

Ou seja, você tem que ter muita vontade de se mostrar para aquele seu amigo chato para destruir esse sistema de dobra com o passar do tempo. Se esse telefone aguenta tudo isso na prática eu não sei. Quem sabe voltamos a conversar sobre o assunto em 2034.

 

O que mais ele tem de bom?

O OPPO Find N2 Flip possui características bem interessantes para um dispositivo dobrável, e em alguns aspectos consegue ser superior ao seu principal concorrente fabricado pela Samsung.

Vale a pena mencionar a sua tela principal dobrável de AMOLED LTPO de 6.8 polegadas com resolução FullHD+, taxa de atualização de 120 Hz e brilho máximo de 1.600 nits. Uma tela mais do que decente para um telefone que chega para fazer barulho em um segmento que precisa convencer o consumidor de que o investimento vale a pena.

Sua tela secundária de 3.26 polegadas é maior do que as telas externas de seus concorrentes, o que pode resultar em uma melhor experiência de uso nos registros fotográficos e em outras interações com a versão customizada do Android instalada nesse telefone

Ter uma qualidade de imagem dos sensores e saber que é o seu rosto que vai entrar na foto e não do poste com os dizeres “olhe para o lados antes de atravessar na faixa, seu idiota” é uma vantagem a ser considerada nesse telefone.

O OPPO Find N2 Flip tem um conjunto de hardware típico de um telefone top de linha, com um processador MediaTek Dimensity 9000+, trabalhando com até 16 GB de RAM LPDDR5 e 256 GB de armazenamento no padrão UFS 3.1.

O armazenamento poderia ser um pouco mais rápido para acompanhar a velocidade da RAM? Com toda a certeza. Por outro lado, ele ainda pode entregar um excelente desempenho, ou ao menos desafiar o Galaxy Z Flip 4 da Samsung com o mínimo de dignidade.

Um telefone como esse não poderia deixar de lado as conectividades mais recentes do mercado. Logo, o modelo conta com o 5G, o WiFi 6 e o Bluetooth 5.3, além do NFC para realizar pagamentos. E eu não esperava menos do que isso.

Sua bateria de 4.300 mAh com modo de recarga rápida de 44W é maior do que aquilo oferecido pela concorrência. E a competência do processador da MediaTek deve contribuir de forma decisiva para que este modelo entregue uma maior autonomia de uso longe da tomada.

Seria péssimo ver esse telefone se comportando igual aos modelos Flip da Samsung, onde em algumas gerações desse telefone dobrável a autonomia de bateria foi um grande problema que os usuários foram obrigados a administrar.

Por último e não menos importante, o OPPO Find N2 Flip recebe câmeras assinados pela Sony. Mais precisamente uma lente Sony IMX890 para um sensor principal de 50 megapixels com abertura f/1.8, trabalhando com uma lente grande angular Sony IMX355 de 8 megapixels, com abertura f/2.2. Na câmera frontal, encontramos um sensor Sony IMX709 RGBW de 32 megapixels, com abertura f/2.4.

Ou seja, as selfies e vídeos de dancinhas para o TikTok com excelente qualidade estão mais do que garantidas, já que é praticamente impossível que você registre imagens com uma qualidade abaixo das expectativas. Não é possível que a OPPO vai pisar na bola justamente nesse ponto.

 

OPPO Find N2 Flip: vale a pena?

Considerando o preço sugerido lá fora de 1.049 euros, o OPPO Find N2 Flip é sim um telefone caro para os padrões da maioria dos usuários que não ganham salários de R$ 10 mil ou mais mensais.

Você bem sabe que só poderá comprar o OPPO Find N2 Flip via importação. Logo, é melhor começar a fazer as contas desde já para concluir se vale a pena ou não o sacrifício de trazer o dispositivo para cá, incluindo os impostos que você vai pagar para trazer esse telefone para cá.

O modelo possui vantagens bem interessantes em relação ao seu principal concorrente no mercado, como a bateria, o funcionamento do software trabalhando com esse hardware e a sua resistência. Porém, pensando no consumidor brasileiro, a OPPO precisa convencer o usuário médio de que a sua alternativa é realmente mais interessante que o telefone dobrável da Samsung.

Por outro lado, entendo também que o mercado como um todo precisa convencer o consumidor brasileiro que telefones dobráveis valem a pena e são confiáveis. Ainda entendo que esse formato de dispositivo está muito mais ligado a um nicho de usuários do que ao grande grupo consumidor.

Ainda mais quando o produto custa o preço de um iPhone. Neste caso, qualquer pessoa vai preferir o telefone da Apple a um dobrável da OPPO.

E vou deixar um conselho de amigo para o pessoal da OPPO, no desejo em ajudar a empresa a conquistar um público maior por aqui: tente reduzir o preço do OPPO Find N2 Flip em pelo menos 200 euros. Dessa forma, dá para começar a conversar.

Até porque a OPPO não quer que o seu telefone promissor custe mais caro do que um dobrável da Motorola. Aí é pedir mesmo para perder clientes. E não só no Brasil, mas no mundo todo.

O OPPO Find N2 Flip é bem interessante. Diria até que é bem legal. Mas precisa custar menos para agradar a galera.

https://www.youtube.com/watch?v=vBzROa1SpZA


Compartilhe