OpenCore Computer Velociraptor, um Hackintosh que desafia a lei e a Apple

Compartilhe

Ter a Apple como única opção para usar o macOS é um saco. É uma filosofia que é até válida para a gigante de Cupertino, mas que gera um efeito colateral pesado no bolso de todo mundo. Mas nada impede que você crie um Hackintosh, que nada mais é do que um PC clônico e compatível com o sistema operacional.

Pois bem, a Psystar fazia o seu dinheiro com o Hackintosh, mas acabou em bancarrota depois de ser processada pela Apple. Mas sempre tem alguma outra empresa tentando a sorte, como é o caso da obscura e muito suspeita OpenCore Computer, que lançou oficialmente o seu próprio Hackintosh, o Velociraptor (nome bem sugestivo).

Agora, todo mundo está esperando para ver quanto tempo a Apple vai levar para reagir diante desse lançamento.

 

 

 

Pode isso, Arnaldo?

 

 

A Apple sempre foi bem restrita na hora de comercializar o seu sistema operacional. Salvo por causa de uma curiosa exceção, apenas computadores de mesa e portáteis da Apple poderiam ser vendidos com o macOS.

A gigante de Cupertino chegou a licenciar o Mac OS 7 há 25 anos para vários fabricantes enquanto passava por uma de suas piores crises da história. Porém, aquele experimento foi tão fracassado, que resultou na volta de Steve Jobs ao comando da empresa.

Desde então, a regra é bem clara: para usar o macOS de forma legal e legítima, você é OBRIGADO a comprar um Mac. Você até pode usar o sistema operacional de forma oficiosa ou alternativa se você viajar para o mundo do Hackintosh, mas agora uma empresa quer se aproveitar dessa vácuo nada legal para fazer dinheiro com isso.

E não precisa ser um gênio para concluir que a Apple vai torcer o nariz para a prática.

O OpenCore Computer, que já está errado ao copiar sem permissão o nome do projeto Open Core Bootloader, está oferecendo para os usuários a opção em poder montar os seus próprios equipamentos Hackintosh. Em troca de dinheiro, é claro.

O Open Core Bootloader é um projeto Open Source, de responsabilidade do grupo Acidanthera, e o grupo está irritado por causa do uso indevido de sua marca para fins ilícitos. A seguir, um comunicado emitido pelo grupo para se defender (e até mesmo se proteger) de possíveis acusações futuras:

 

“Nós da Acidanthera somos um pequeno grupo de entusiastas apaixonados pelo ecossistema da Apple e gastamos tempo desenvolvendo software para melhorar a compatibilidade do macOS com diferentes tipos de hardware, incluindo computadores Apple mais antigos, bem como máquinas virtuais. Para nós, que fazemos isso de forma completamente voluntária e não comercial, por diversão, é surpreendente e desagradável que algumas pessoas desonestas que nem conhecemos ousem usar o nome e o logotipo do nosso bootloader, OpenCore para promover um golpe criminoso e ilícito. Por favor, note que não somos afiliados a essas pessoas e pedimos a todos que nunca se aproximem delas.”

 

De qualquer forma, os responsáveis pela OpenCore Computer apresentou o OCC Velociraptor, um computador que oferece configurações similares ao do Mac Pro, mas com preços mais acessíveis. Ele conta com boot dual com o macOS Catalina e Windows 10, em um hardware onde você pode escolher processadores com até 16 núcleos, até 64 GB de RAM e gráficos AMD Radeon VII. Seu preço inicial sugerido é de US$ 2.199, com a promessa que o equipamento vai funcionar como um Apple Mac normal.

Os dados sobre a OpenCore Computer são realmente obscuros e suspeitos: para comprar um desses equipamentos, você precisa realizar o pagamento em bitcoins, e não há informações claras sobre como entrar em contato com a empresa ou localizá-la em caso de problemas.

A proposta da empresa pode nem nascer na prática: o caso da Psystar em 2012 ensinou ao mundo como a Apple pode bater pesado quando alguém (ou alguma empresa) ameaça a sua filosofia e o seu modelo de negócio.

 

 

Via MacRumors


Compartilhe