Chegou o final de semana do Oscar 2019, e a Sony decidiu dar um presentinho para as mentes mais criativas. Mas antes de falar desse presente, é preciso lembrar que Homem-Aranha no Aranhaverso está indicado na categoria Melhor Longa de Animação, e tem ótimas chances de vencer nessa categoria.

O filme foi produzido pela Sony e dirigido por Peter Ramsey, Bob Persichetti e Rodney Rothman, e já venceu o Globo de Ouro como Melhor Longa de Animação. Isso porque o filme é excelente. É uma das melhores animações que você vai assistir em toda a sua vida.

E o filme saiu tão incrível assim graças ao software OpenColorIO, que por sua vez foi liberado para a comunidade Open Source pelas mãos da Sony Picutres Imageworks, através da Academy Software Foundation, uma associação da Linux Foundation centrada no software de código aberto.

Mesmo que você não tenha percebido antes, saiba que esse software foi utilizado em filmes como Hotel Transilvânia 3 e Alice no País das Maravilhas (de Tim Burton).

O objetivo da Sony pela doação do software para a comunidade Open Source é permitir que desenvolvedores e empresas que no futuro vão trabalhar com essa ferramenta possam assumir a rota futura desse projeto, iniciando pelas suas ferramentas e controlando o ritmo de lançamentos, visando uma versão 2.0 do programa.

Até agora, a ferramenta poderia ser utilizada por terceiros com uma modificação que não oferecia acesso total às suas características. A partir de agora, ela pode ser utilizada por qualquer pessoa de forma gratuita. Os seus responsáveis acreditam que é a melhor forma para a comunidade explorar as suas muitas utilidades, ajudando a melhorar as suas funcionalidades para um futuro ainda mais promissor.

Eu tenho certeza que o OpenColorIO será uma poderosa ferramenta de criação nas mãos certas. Os resultados apresentados por Homem-Aranha no Aranhaverso são simplesmente revolucionários, e a perspectiva de novos trabalhos inovadores aparecerem em profusão é algo mais que animador.

Pode ser o nascimento de uma nova fase na história da animação dos cinemas.

 

 

 

Via OpenColorIO